Por Nayara Santos em 14.02.2024

O que é Music Branding: como aplicar, benefícios e cuidados

Por Nayara Santos em 14.02.2024

Music Branding é a parte do Marketing Sensorial que traduz em música conceitos e essências de uma marca, criando uma identidade sonora que contribui para o alcance de reconhecimento e diferenciação. Isso melhora o posicionamento de marca e a percepção de valor da empresa tanto pelos clientes quanto por outros players do mercado.


A música desperta emoções e cria memórias, o que facilita a criação de uma conexão entre marcas e consumidores. Aliás, esse é um dos motivos que explicam porque é tão importante planejar a trilha sonora da sua loja pensando na imagem que você quer construir. 

Mas, o music branding passa longe de simplesmente apertar o play na sua playlist favorita. Ele deve ser muito bem planejado. Por isso, preparamos esse artigo completo para você entender mais sobre o que é music branding, como você pode utilizar na loja, quais os cuidados e ainda vamos te apresentar alguns cases de sucesso. Confira!

O que é Music Branding?

O Music Branding é uma estratégia do marketing sensorial que utiliza a música para comunicar emoções, criar vínculos e elos emocionais entre a marca e o público. Trilhas sonoras são criadas para traduzir identidades e promover experiências.

Quando entramos em um ambiente somos banhados por sua luz, odor, som … sim, o som! Cada um desses elementos ajudam a criar um ambiente único no qual a pessoa se vê imersa. E é aí que entra o Music Branding.

A diferença é que aqui estamos falando de uma seleção de músicas que foram estudadas para transmitir uma determinada sensação ou mensagem. Em outras palavras, é como montar uma playlist personalizada com base em um objetivo ou tema específico.

Todos nós já passamos por uma ou mais ocasiões marcadas por uma música. Esse tipo de situação integra nossa memória auditiva, e mesmo que a música atue no subconsciente, ela ainda pode influenciar nossas decisões.

É por isso que uma boa programação musical pode nos fazer sentir bem, enquanto músicas ruins nos fazem querer mudar de ambiente. No mundo do varejo acontece exatamente a mesma coisa. Por isso é tão importante ficar atento a cada melodia que irá compor a trilha sonora do seu estabelecimento.

Vale a pena dizer que uma playlist que traz resultados é feita com base nos resultados da análise de targets, perfis de consumidores, necessidade da marca, momento que a marca vive, e outras estratégias de marketing implementadas no estabelecimento.

De que maneira o Music Branding pode me ajudar?

O ser humano é intimamente ligado ao som. Desde o nascimento é ele que usamos para nos comunicar com o mundo. Ao longo da vida aprendemos a reconhecer e atribuímos sons às coisas que nos cercam: o latido de um cachorro, a chuva caindo, os passos dados, dentre outros.

Conseguimos, inclusive, reconhecer o barulho que faz o motor do nosso carro e diferenciá-lo do som do motor do automóvel do vizinho. Isso sem falar nos mais diferentes sons que nos acalmam, nos deixam cheios de energia e até mesmo nos incomodam. Mas, o que isso tem a ver com o Music Branding?

Nosso sistema auditivo funciona a todo momento. Mesmo quando estamos dormindo é ele que nos mantém alertas e informados sobre o que acontece ao nosso redor. Inconscientemente percebemos tudo auditivamente e isso pode influenciar as nossas emoções, decisões, e reações.

O Music Branding trabalha o ambiente musical com base na percepção que você quer que o cliente tenha do ambiente da empresa. Dessa forma, é possível aumentar seu bem-estar e ajudar a construir uma identidade da marca. 


Aliás, é possível fazer isso nos mais diferentes tipos de estabelecimentos, tais como lojas de roupas, restaurantes, supermercados, academias, salões de beleza, lojas de brinquedos, dentre muitos outros. 

Qual a relação entre Music Branding e identidade da marca?

Ambientar o estabelecimento de acordo com o posicionamento da sua marca é uma das principais ações de ponto de venda (PDV). Quando falamos disso, é natural pensar na decoração, disposição dos móveis, vitrines, fachadas, entre outros. 

Esse é o chamado visual merchandising que tem como foco uma comunicação visual que atraia e impacte os clientes. Mas, quando adicionamos uma trilha sonora a esse contexto, a empresa acrescenta um pilar no conjunto de elementos que usa para construir sua identidade, até mesmo integrando as outras estratégias utilizadas.

As músicas selecionadas devem estar completamente alinhadas com o posicionamento definido pela empresa. E esse posicionamento pode ser clássico, moderno, formal, descontraído, adulto, ou infantil. Toda a base de segmentação de mercado utilizada deve servir como norte para a elaboração do Music Branding e da identidade da marca.

Quais os benefícios do Music Branding para a minha loja?

Agora que você já entendeu como aplicar o music branding, vamos falar sobre os benefícios que ele pode trazer para a sua loja.

Aumento na permanência do cliente na loja

“Tenho alguns estudos que mostram como as influências do som são grandes. Por exemplo, 31% dos consumidores voltam em uma loja porque se sentiram bem com algo que nem mesmo eles sabem explicar”, afirma o especialista em programação musical da Listenx. “Um terço dos seus clientes desejarão retornar devido a uma memória positiva, ou uma sensação agradável, que tiveram em seu PDV”.

Isso está relacionado ao Branding Sense, uma vez que ele é o responsável por criar sensações no cliente. Nesse caso, o Music Branding pode ser um fator essencial. “Uma trilha acertada e alinhada aos padrões da marca costuma aumentar em 35% a permanência do cliente na loja”, comenta o programador.

Se a média de permanência de um cliente que queira comprar um móvel em uma loja especializada nisso é de algumas horas, não se indica, por exemplo, incluir heavy metal na trilha sonora. O recomendado é tocar jazz e lounge. “Entender a necessidade do seu cliente e o momento que ele está na loja faz com que a permanência no PDV aumente e, em consequência, a produtividade da equipe”, explica o especialista.

Reflexo positivo nas vendas

Sabemos que em mais de 70% das compras são decididas no PDV. Isso acontece por vários motivos, por exemplo, para aproveitar promoções ou como resultado de um atendimento bem realizado pelo vendedor.

A música entra como um fator agregador de valor para o seu cliente, pois ele sentirá uma recepção diferenciada e ficará mais à vontade na loja, com toda a atmosfera que foi cuidadosamente planejada. Mesmo que inconscientemente, ele tende a permanecer mais tempo lá, o que pode levar a um aumento em seu consumo.

Muitas empresas ainda ignoram esses fatos e trabalham pouco, ou nem sequer o fazem, o Music Branding, mas ele é, certamente, um fator influenciador na compra e, mais ainda, na satisfação dos clientes.

“Outro número que sempre usamos é do David Garden, que o Music Branding bem feito aumenta em pelo menos 15% das vendas”, cita o programador musical da Listenx. “É um valor bastante representativo porque nós, do marketing, conhecemos estratégias que envolvem investimentos de milhares de dólares e o envolvimento de centenas de pessoas de diferentes equipes, para proporcionarem incrementos de 5% a 10% nas vendas”, explica ele.

“Há, ainda, algumas ações milionárias que elevam apenas de 2,5% a 3%”, prossegue ele. “O Music Branding hoje é uma das ferramentas, junto ao Instagram e ao Facebook, que apresentam melhor custo-benefício para você aumentar as vendas”.

Satisfação de estar no PDV

Pessoas gostam de se sentir bem, independentemente do local onde estejam ou de quem lhes acompanha. Esse desejo se estende às empresas que elas frequentam, afinal, quem não gosta de sair de uma loja com a sensação que foi bem atendido? Essa satisfação deve refletir todo o ambiente e as informações emitidas por ele.

Aqui, é preciso reforçar a importância de construir uma identidade coesa e bem planejada, pois deslizar em aspectos que aparentam ter menor importância pode fazer a diferença para o seu cliente.

Evidenciando a influência do Music Branding na satisfação do consumidor podemos concluir que, quando o ambiente é complementado com músicas que refletem a identidade da marca, ele extrai dos consumidores sensações prazerosas. Elas, por sua vez, poderão ser associadas à sua marca.

Lembrança da marca

Boas experiências permanecem na memória das pessoas e nossa memória auditiva é poderosa. Após passar pela experiência sensorial que inclui o Music Branding, o consumidor lembrará não só do momento da compra em si, como assimilará símbolos relativos à sua marca, incluindo a música. 

Ou seja, o seu cliente pode lembrar da sua loja em qualquer hora ou lugar se ouvir uma música que remete à experiência de compra que viveu com sua marca. Sem falar que, como a sua marca ficou na memória dele, quando alguém falar sobre os produtos que você vende, ele imediatamente se lembrará de você e indicará o estabelecimento.

Possibilidade de transmitir mensagens

Além dos pontos já apresentados, o Music Branding possui outros benefícios interessantes. Por exemplo, ao utilizar uma playlist personalizada, feita por uma empresa especializada e que conte com a tecnologia adequada, não haverá propagandas ao longo da programação musical. 

Ou seja, a sua marca estará livre de anunciar o concorrente. Por outro lado, você poderá transmitir mensagens especiais entre as músicas para os clientes no PDV. Isso pode ser feito com a inclusão de anúncios de ofertas, dicas para consumo e uso dos produtos, diferenciais da sua marca, dentre outros.

Como aplicar Music Branding e montar uma playlist personalizada?

Falamos muito até agora da escolha das músicas e como acertar para criar o music branding ideal para a sua loja. Por isso, vamos te contar um pouco mais sobre como isso pode ser feito.

Unir a outras estratégias sensoriais

O Music Branding é como qualquer ferramenta de marketing, de modo que precisa ser muito bem compreendido para ser aplicado. Você precisa realmente estar envolvido e entender onde quer chegar, para deixar que o marketing sensorial faça o seu trabalho.

Ele tem a intenção de fornecer elementos para estimular os sentidos humanos, mesmo que de maneira sutil, contribuindo para que a experiência do cliente seja única. Seria como utilizar estímulos visuais, auditivos, olfativos, táteis e palatáveis para isso.

Todos esses elementos, quando empregados em conjunto, contribuem para influenciar o consumidor. Seria como criar um universo único para a sua marca, oferecendo um ambiente de compras que o cliente não encontrará em nenhum outro estabelecimento.

Buscar uma parceria e uma solução tecnológica

Por mais que você ache que o music branding é simples, a nossa recomendação é que essa estratégia seja aplicada com uma parceira especializada na área. Ou seja, com uma empresa que já tenha atendido diversos clientes, com uma equipe que tenha formação na área e que seja capaz de preparar playlists personalizadas.

Mas, isso não é tudo. Uma solução tecnológica também te ajudará na gestão da música na loja. Isso significa facilitar a programação musical, a escolha das playlists, a inclusão de anúncios entre as músicas e até mesmo a criação de anúncios

Escolher as músicas de acordo com as sensações que se deseja gerar

Digamos que os gestores de um negócio querem aumentar o tempo de permanência do público em seu PDV. Contudo, a despeito das orientações da consultoria especializada, eles solicitam muitas músicas agitadas.

Nesse caso, é preciso ter em mente que uma playlist agitada terá justamente o efeito contrário, acelerando o ritmo de compras e fazendo com que o cliente fique menos tempo no estabelecimento. Por isso, é preciso escolher entre essas músicas ou o cliente ficar na loja por mais tempo.

É necessário entender que a ferramenta musical exerce influência muito forte na mente e no comportamento humano. Com as músicas certas, é possível otimizar e controlar a “atmosfera” de um ambiente, de modo que você consiga direcionar as reações do cliente.

Cuidados ao empregar o Music Branding

Além de planejar a extensão da trilha escolhida em conformidade com o movimento da loja, existem outros cuidados para não incorrer em erros ao aplicar a estratégia de Music Branding. Por exemplo, é importante selecionar e reproduzir canções legalizadas. 

O nosso país infelizmente sofre muito com pirataria e muitos dos fornecedores de soluções para Music Branding trabalham com música ilegal, prejudicando artistas e expondo a empresa a problemas jurídicos.

Outro ponto é entender que o Music Branding é para sua marca e para o seu cliente muito mais do que é para você, ou seja, é preciso cuidar para que seu gosto musical não influencie demais na escolha da playlist que será tocada na loja. O mesmo vale para a equipe de marketing, pois é grande a barreira para aprovar algo que ela não gosta ou não acredita.

A equipe que consegue transpassar essa barreira tem maior chance de obter sucesso com a estratégia. É preciso chegar a um equilíbrio entre as músicas que podem beneficiar o negócio, mesmo que não agradem inteiramente o marketing, mas sem abrir mão dos valores da empresa que são reforçados e respeitados por elas.

Nesse caso, é importante entender bem os conceitos que se deseja passar por meio das músicas e como elas estão alinhadas com a marca, bem como o momento pelo qual ela passa. Isso pode ajudar a montar uma playlist personalizada, em conjunto com outras ações de Music Branding.

Além disso, é preciso considerar a influência sobre a equipe que trabalhará na loja, pois é considerável. Se, por exemplo, o setor de marketing quer algo absolutamente conceitual, sofisticado e em línguas que o pessoal do PDV não conhece, é importante perguntar para o marketing se a equipe da loja “digere” isso bem, pois ela será impactada pela seleção das músicas por um longo período e não pode-se correr o risco deles ficarem desmotivados.

Mesmo se tratando de uma ferramenta com alto impacto e custo relativamente baixo, muitas empresas ainda não prestam a devida importância ao Music Branding, embora já existam inúmeros casos de sucesso com esse tipo de ação.

Aqui, no Brasil, existe outra característica que aumenta as chances de êxito da estratégia de Music Branding: os brasileiros têm uma relação estreita com a música: somos um povo festivo que conta com ritmos expressivos, alegres, que estão intimamente ligados à nossa cultura e ao cotidiano. Isso tem reflexo imediato nas vendas, na satisfação e na lembrança da marca.

Levi’s, um case de sucesso de music branding

Como falamos ao longo deste artigo, você deve ter percebido que, muito antes de começar a escolher as músicas para a trilha sonora da loja, é preciso conhecer a marca, qual é a sua proposta, quem serão os ouvintes dessas músicas. Esse conhecimento é essencial para que as músicas sejam adequadamente selecionadas e o objetivo do estabelecimento seja alcançado.

Aliás, é essencial considerar onde a marca quer chegar, afinal, sem isso fica praticamente impossível traçar uma estratégia de marketing de sucesso. Por isso, queremos apresentar para você um case de sucesso muito emblemático e do qual a Listenx se orgulha muito: o music branding da Levi’s !

Mas antes, um pouco de história

A história da Levi’s  se iniciou em 1853, quando Levi Strauss, americano com descendência Germânica, se mudou para São Francisco para abrir uma mercearia. O principal foco era a venda de roupas e botas para outros comerciantes. 

Cerca de 20 anos depois, o alfaiate Jacob Davis se juntou a Strauss. Eles criaram e patentearam uma roupa ideal para trabalhos pesados que era reforçada com rebites, feitos basicamente de ganga azul e algodão. Em 20 de maio de 1873, nascia então o Jeans.

Muitos eventos se passaram ao longo desses mais de 170 anos que fizeram com que a empresa se tornasse a gigante e mundialmente conhecida marca de roupas confeccionadas em jeans. Considerada uma marca clássica, que até hoje oferece produtos de qualidade e duráveis. 

Entendendo as necessidades da marca

Podemos definir a Levi’s como uma marca atemporal, moderna, articulada e extremamente presente. Ao entrar em uma das lojas da marca você vai se deparar com muitos produtos atuais, que atraem a atenção de um público mais jovem. 

Entretanto, as clássicas calças jeans, de corte reto, sem lavagens mais elaboradas e que servem em qualquer pessoa, ainda estão presentes e são muito apreciadas pelos clientes. Portanto, esse foi o primeiro desafio que a Listenx encontrou, mas ele não era o único.

Segundo a Brand Environment Coordinator da Levi’s, Ariela Ranielly de Silveira, existem diversos estudos que mostram o papel da música no tempo de permanência do cliente na loja. Apesar disso, eles estavam encontrando dificuldades em conseguir trazer uma trilha sonora para as lojas que realmente representassem a marca.

Ainda segundo Ariela, “era comum entrar nas lojas e ter um estilo musical tocando que não tinha nada a ver com a marca”. Isso acontecia basicamente porque a plataforma utilizada naquela época era muito aberta, e permitia mudanças na trilha sonora e escolhas que não levavam em consideração o branding.

Solução encontrada pela Listenx

Uma vez que a Listenx entendeu as necessidades que a Levi’s, havia chegado o momento de arregaçar as mangas e começar a preparar o music branding desta reconhecida marca. Segundo o especialista em programação musical da Listenx, conseguir criar uma playlist que refletisse simultaneamente a atemporalidade e a jovialidade da marca foi “o maior desafio e a parte mais gostosa” deste projeto.

Hoje em dia, ao entrar em uma loja da Levi’s, você ouvirá uma playlist com músicas mais atuais e algumas consideradas clássicas. De modo geral, a trilha sonora inclui Amy Winehouse, MPB e Hot Chili. Desta forma, as músicas ajudaram a transitar por diversas décadas, se comunicando com clientes de todas as idades. Além disso, também criou uma atmosfera mais americana na loja, refletindo a identidade da marca.

Mas, ainda faltava resolver o problema da plataforma, e nisso a Listenx tinha a solução perfeita. A Listenplay, nossa plataforma, permite a criação de diferentes usuários com diferentes perfis de acesso, ou seja, agora havia uma limitação na troca das trilha sonoras. 

Além disso, também era possível fazer a programação da rádio com antecedência e conferir a utilização da rádio em diversas unidades. Para a Ariela, “A Listenx, hoje, resolve o meu problema de music branding!”.

E você, está esperando o que? Faça com a Levi’s, invista em music branding de qualidade, com quem entende do assunto e atua há mais de 20 anos no mercado nacional. Venha conferir a nossa experiência e soluções para todos os ramos do varejo.

Outros cases de sucesso do music branding

Claro que nos orgulhamos do case de sucesso da Levi’s, mas outras empresas também confiaram na nossa experiência. Veja a seguir outros cases de music branding que merecem destaque!

Live!

A Live! apostou em uma estratégia de marketing diferenciada, utilizando a música não apenas para reforçar a sua identidade e melhorar a experiência do cliente, mas também para promover as novas coleções.

Desta forma, a cada nova coleção uma nova playlist passava a ser reproduzida na loja. As músicas eram escolhidas pensando na mensagem que a Live! queria transmitir com as novas peças.

Outro ponto importantíssimo da estratégia de sonorização ambiente adotado foi o regionalismo. Com lojas em diferentes regiões do país, eles perceberam que apostar em ritmos e artistas conhecidos de cada local seria um grande diferencial na hora de se conectar com os clientes.

Adidas

A parceria entre a Adidas e a Listenx começou com a procura de um serviço nacional de sonorização ambiente, que oferece suporte de qualidade e tecnologia. Além disso, a Adidas percebeu que com essa mudança era também o momento de atualizar a playlist, sempre seguindo as diretrizes da matriz, na Alemanha.

Na hora de criar a playlist, o time de especialistas da Listenx buscou unir a autenticidade da marca, sua personalidade forte, o mundo fashion e, obviamente, a prática esportiva. Outro ponto que se destacou nessa parceria foi a inclusão de músicas nacionais na playlist.

Afinal, por mais que a Adidas seja uma marca mundialmente famosa, incluir músicas nacionais ajudou a criar uma conexão maior com os clientes brasileiros.

Loungerie

No mercado há 15 anos, a Loungerie buscou a Listenx para ter uma playlist que conseguisse se comunicar com o seu público-alvo. Ou seja, a intenção não era agradar a todos os perfis de cliente, muito pelo contrário, eles sabiam exatamente quem eles queriam alcançar.

Desta forma, ao preparar a playlist da Loungerie, o programador musical buscou incluir a autenticidade, erotismo e maturidade que são característicos da marca. Outro ponto que chama a atenção na estratégia adotada pela marca é a preocupação em agradar à equipe de vendas.

Isso trouxe um pouco de diversidade para a playlist, mas sem desagradar aos consumidores. Afinal, os vendedores são uma parte importantíssima do sucesso da sua empresa, e conseguir agradá-lo, melhorando a produtividade e o ambiente de trabalho faz com que todos ganhem.

Pandora

Outro case de sucesso do qual nos orgulhamos é o da rede de joalherias Pandora. Ao contrário das oscilações no nível de energia da playlist, a Pandora buscava uma trilha sonora mais linear, que não variasse ao longo do dia.

Ainda, ao preparar a playlist da Pandora, a equipe da Listenx procurou traduzir a cara da marca em música. Por exemplo, por algum tempo a Shakira foi a garota propaganda da joalheria. Neste período, músicas da cantora faziam parte da trilha sonora reproduzida nas lojas.

Esse alinhamento entre diferentes estratégias de marketing ajudam a criar uma imagem mais coesa para a marca. Desta forma, fica mais fácil para o cliente reconhecer o estabelecimento e se conectar com ele.

Tenha no seu negócio a trilha sonora ideal para sua marca

A música certa tem o poder de melhorar a experiência de compra, criar identidade e reconhecimento de marca, aumentar o tempo de permanência no interior da loja, aumentar a fidelização e consequentemente aumentar suas vendas.

Conheça agora mesmo o verdadeiro music branding e revolucione a experiência dos seus clientes! Solicite o teste gratuito agora mesmo e se surpreenda!

Compartilhe

Você também pode gostar

Como montar uma rádio indoor? Descubra agora!

Saber como montar uma rádio indoor é importante e necessário se você quiser ter sucesso com essa estratégia. Afinal, não basta ter qualquer música tocando no estabelecimento, a playlist deve ser escolhida de modo intencional, pensando no tipo de ambiente e mensagem que quer passar para o cliente. O problema é que muitos varejistas optam…

Por Nayara Santos em 30.11.2023

5 dicas para garantir a padronização de playlist nas lojas

A padronização de playlist é uma estratégia diferenciada para criar uma identidade em franquias de lojas ou franchising. Por isso, além de se preocupar em ter um som ambiente agradável, também tenha atenção com a identificação do conceito na visão dos clientes. O melhor caminho, nesse caso, está em usar o poder da música para…

Por Nayara Santos em 06.02.2020

Rádio Ambiente: a maneira mais fácil de resolver o problema de músicas no seu negócio

Você sabia que contar com uma rádio ambiente pode resolver todos os problemas que você tem com música no seu negócio? Veja tudo no texto que preparamos abaixo.

Por Nayara Santos em 30.11.2023

Seleção de músicas para loja de carros: não erre na escolha

Fazer a seleção de músicas das lojas que serão reproduzidas na sua loja de carros pode ser algo bastante complicado. Isso porque, nem sempre os gestores do varejo têm o tempo necessário para pesquisar sobre o assunto e entender o que realmente importa na escolha da playlist. E isso sem falar naqueles gestores que nem…

Por Nayara Santos em 04.04.2023

Mitos e verdades sobre sons e músicas para lojas

A sonorização ambiente de uma loja pode trazer o diferencial necessário no ambiente de compras para cativar os clientes. Inclusive, você já deve ter escutado todos os tipos de comentários a respeito do que fazer e evitar sobre músicas para lojas, mas será que tudo isso é verdade mesmo? A música é, provavelmente, a estratégia…

Por Nayara Santos em 02.01.2024

Por que utilizar música para atrair clientes? Confira 5 motivos!

Se você não está usando música para atrair mais clientes para a sua loja, não faz ideia de quantas oportunidades pode estar perdendo. Acredite, o som ambiente em uma loja pode fazer uma grande diferença na forma como a sua marca é percebida pelo cliente, na experiência de compras que ele tem e, claro, no…

Por Nayara Santos em 30.11.2023

Som ambiente para loja: tiramos aqui 6 dúvidas sobre o assunto!

Ter som ambiente na loja é uma excelente forma de conseguir alavancar as vendas. Isso é possível porque o ambiente fica mais agradável, os consumidores passam mais tempo na loja e acabam comprando mais. Os benefícios do som ambiente não param por aí, já que você ainda pode melhorar a produtividade da sua equipe, aumentar…

Por Nayara Santos em 31.10.2023

Como usar a música em datas sazonais

A festa fica sempre mais animada com a música certa, não é mesmo? Então por que não caprichar na escolha da música para celebrar as datas sazonais na sua loja? Se você acha que isso não vai fazer nenhuma diferença ou se não tem ideia por onde começar, nós vamos te ajudar! Grande parte das…

Por Nayara Santos em 14.02.2024

Identidade Sonora: entenda a importância de ter na sua Loja

 Quando falamos em identidade da marca a primeira coisa que você pensa provavelmente é no logo, na tipografia, nas cores e no tom de voz da sua marca. Mas, e a identidade sonora da sua loja? Já parou para pensar qual é a importância de ter uma e os benefícios que isso pode trazer…

Por Nayara Santos em 30.11.2023

Receba nossos conteúdos exclusivos