Por Nayara Santos em 21.03.2023

O que é Marketing Sensorial? Use os 5 sentidos na sua loja

Por Nayara Santos em 21.03.2023

Marketing Sensorial é uma subdivisão do marketing que tem a finalidade de trabalhar a percepção dos clientes por meio de estímulos sensoriais, muitas vezes bastante sutis, para deixar o cliente mais à vontade na loja. Ou seja, com ações que estimulam os 5 sentidos humanos (tato, visão, paladar, olfato e audição) oferecer um ambiente único e agradável.

As ações de marketing sensorial buscam causar identificação com uma marca não só pelo aspecto visual das propagandas ou vitrines, mas também com fragrâncias (para ativar o olfato) ou com músicas (para ativar a audição) nos pontos de venda, por exemplo. Inclusive, algumas marcas são muito famosas por conseguirem aplicar o marketing sensorial em suas lojas e ficarem na memória dos consumidores.

Entre tantas estratégias de marketing que existem, quando falamos de varejo e lojas físicas, o marketing sensorial é uma excelente opção para aumentar as vendas e entregar uma experiência ou customer experience incrível para os clientes. Com isso, é possível encantar os consumidores e aumentar as chances de fidelização.

Portanto, se você está buscando formas de alcançar objetivos como esses ou aprender mais sobre o marketing sensorial, continue a leitura! Mostraremos como é a aplicação dessa estratégia, suas vantagens e ainda apontaremos 9 marcas de sucesso que apostaram no marketing sensorial para conquistar os seus clientes de uma vez por todas. Confira!

O que é o marketing sensorial?

O marketing sensorial é uma das subdivisões do marketing mais criativas e impactantes para o consumidor. É uma estratégia que visa criar ou reforçar um vínculo de marcas com clientes por meio de estímulos sensoriais, ou seja, apelando para os nossos 5 sentidos (visão, olfato, paladar, audição e tato).

Ações de branding sensorial permitem a criação de um ambiente que estimula a necessidade e aprimora a experiência de compra. Por meio de um ou mais sentidos é despertada a vontade do cliente em comprar, pois ele está com a sensação de bem-estar. 

É preciso dizer que, para criar essa atmosfera sensorial é possível usar diversos recursos de forma simultânea e complementar desde que façam sentido para o seu negócio e persona. Entretanto, não há obrigatoriedade em estimular todos os sentidos, muito pelo contrário, muitas vezes é melhor apostar em um único e fazer isso de forma eficiente.

Recursos como músicas, aromas, vitrines luminosas e degustações são alguns exemplos práticos de utilização do marketing sensorial. É possível que você esteja se perguntando como cada um dos sentidos humanos atua no marketing sensorial e influencia nosso processo decisório de compra. Continue a leitura e descubra.

Como o marketing sensorial pode te ajudar a vender mais?

Hoje as marcas estão na constante busca pela geração de experiências que marquem seus clientes de forma positiva. Não à toa, especialistas de marketing e vendas afirmam que vivemos a era da experiência. Por isso, não basta mais ter produtos de qualidade ou preços competitivos, é preciso oferecer aos seus clientes uma experiência diferenciada.

Justamente por isso que as empresas começaram a investir mais no marketing sensorial. Isso porque, ele traz muitos benefícios para as empresas que apostam nesse tipo de estratégia, contribuindo para a construção de uma percepção excelente por parte do consumidor. Principalmente porque por meio dos sentidos há a criação de um vínculo emocional da marca com o público. Ou seja, a relação deixa de ser apenas entre marca e cliente, mas passa a ser muito mais próxima e pessoal.

Como consequência desse vínculo e boa experiência temos a fidelização de clientes. A partir da estimulação dos sentidos e também por conta da fidelização dos clientes há um aumento na geração de receita da loja, visto que as compras acontecem de forma mais natural pelo ambiente construído graças ao marketing sensorial.

Os produtos também ganham destaque com o marketing sensorial, afinal o cliente pode explorá-lo de forma não convencional. O que pode evidenciar características e os diferenciais do seu produto e detalhes que não podem ser encontrados na concorrência. Falaremos dos principais benefícios a seguir, confira!

Fidelizar os clientes

Provavelmente todo varejista conhece as vantagens de ter clientes fidelizados. E isso vale não apenas para a parte financeira do negócio. Isso porque, um varejista pode gastar até 5 vezes mais para atrair novos clientes para a loja do que fidelizar aqueles que já conhecem a sua empresa. Por isso, investir em estratégias de fidelização, como é o caso do marketing sensorial, é essencial.


Clientes fiéis acompanham as novidades da marca, sempre consultarão a sua loja antes de recorrer à concorrência e, se encontrarem o que buscam, provavelmente, nem sequer irão consultá-la. Além disso, quando o cliente gosta de uma marca e confia nela, ele se torna um disseminador voluntário da sua marca. Indicando ela para amigos e familiares e, consequentemente, levando mais pessoas para a sua loja.

Criar vínculo emocional com o cliente

Vale a pena ressaltar que o varejo está entrando na era da experiência do cliente. Ou seja, os consumidores estão buscando marcas com as quais eles conseguem desenvolver um relacionamento sólido e duradouro, na qual eles confiam. Deixando de ser apenas um número para a marca, mas passando a ter uma relação muito mais próxima.

Isso significa que ter preços baixos ou produtos de qualidade apesar de ainda serem importantes, podem já não ser mais o principal atrativo ou mesmo o fator determinante na hora de decidir comprar um produto ou não. Afinal, os clientes querem interagir com marcas que ofereçam um atendimento único e diferenciado, que o tratem como uma pessoa única e especial.

Basta pensar nas lojas em que você já entrou e a música era muito alta, ou os vendedores não foram atenciosos, a iluminação era ruim, ou até mesmo havia pó nas prateleiras. Provavelmente você não comprou nada, saiu rapidamente da loja, sem falar que ainda pode ter contado a sua experiência ruim para amigos e familiares. Entendeu porque o marketing sensorial é tão importante e pode fazer toda a diferença na experiência dos clientes.

Associar o marketing sensorial a outras estratégias como a personalização do atendimento, estratégias de pós-venda, programas de fidelidade e promoções exclusivas pode tornar a experiência de compras do cliente única e fazer com que ele se sinta mais próximo da sua marca.

Marketing sensorial te ajuda a criar uma identidade única para a sua marca

Todo varejista quer que o seu negócio seja único e não se assemelhe à concorrência. Essa pode até parecer uma tarefa difícil, mas a boa notícia é que você tem as ferramentas do marketing sensorial à seu dispor para fazer isso. E, acredite, você não vai se arrepender.

Afinal, quando você consegue colocar uma trilha sonora diferenciada e feita exclusivamente para a sua marca e para os seus clientes, deixar a loja com um aroma especial, ou deixar o ambiente mais agradável através da iluminação, você cria uma identidade única para a sua marca. O mesmo acontece com a aromatização da loja, iluminação, dentre outros.

Os consumidores que gostam desse ambiente continuarão voltando apenas para ter as mesmas sensações. O que é excelente, já que mantém um bom movimento na loja e aumenta as suas vendas.

Estimular a compra de produtos

Desenvolver estratégias que estimulem o consumidor a comprar mais sem precisar ficar empurrado produtos pode trazer uma grande vantagem competitiva para a sua empresa. Afinal, o cliente não gosta de se sentir encurralado ou pressionado a fazer nada. 

Com o marketing sensorial você consegue fazer isso de forma mais discreta. Por exemplo, ao utilizar a playlist certa você reduz o ritmo de compras do cliente, fazendo com que fique mais tempo na loja, olhe os produtos com mais tranquilidade e acabe comprando mais algum item. 

Ou então ao oferecer degustação de produtos o cliente pode gostar do que experimentou e levar uma embalagem para casa. Isso também deixa ele mais aberto a experimentar novas marcas, ou seja, ele vai prestar atenção em outros produtos nas prateleiras e vai acabar comprando algo novo, que normalmente ele não compraria.

Facilita a padronização

Um dos maiores desafios para as grandes empresas que possuem diversas unidades é a padronização. O ideal é que o cliente não encontre diferenças na decoração, no atendimento, na música ou em qualquer outro elemento que garanta a identidade da marca na loja.

Entretanto, isso nem sempre é tão simples, afinal, ter o controle de tudo o que acontece em cada uma das unidades. A boa notícia é que o marketing sensorial pode te ajudar a trazer essa padronização que você procura. Com a mesma trilha sonora em todas as lojas, o mesmo aroma, a mesma iluminação fica muito mais fácil.

Desta forma, o cliente pode entrar em qualquer uma unidade e ele não notará a diferença e se sentirá comprando na mesma loja que ele sempre frequenta. Portanto, se essa é uma das necessidades para a sua empresa, você precisa apostar no marketing sensorial.

Quais são os tipos de estímulos sensoriais?

Provavelmente a sua mente se lembra de situações, pessoas ou lugares quando sente um determinado cheiro ou ouve uma música, não é mesmo? Se você quiser oferecer uma experiência diferenciada para os seus clientes e ficar na memória deles, é necessário investir no marketing sensorial. Veja a seguir quais os estímulos que você pode implementar na sua loja para estimular cada um dos sentidos.

Olfato

O olfato é o sentido que constrói a memória do seu cliente sobre a sua marca principalmente. Uma vez que o cheiro é sempre associado imediatamente a um lugar ou ocasião por parte do cliente. Por isso, pensando na construção da sua marca é importante que todos os seus pontos de venda tenham o mesmo aroma. 

Alguns cheiros de lojas fizeram tanto sucesso mundo afora que acabaram se tornando fragrâncias disponíveis para compra. Em outros casos, ao falar o nome da marca, o cliente se lembra automaticamente do cheiro que a loja possui, como é o caso da Melissa.

Caso você não queira investir na construção de nenhum aroma diferenciado para a sua marca, pelo menos garanta que o cheiro da loja seja agradável. Uma coisa muito comum em alguns supermercados é o corredor de bebidas cheirar a cerveja, porque alguma garrafa quebrou e a limpeza não foi feita adequadamente.

Tato

É muito difícil um consumidor entrar na loja e não colocar as mãos nos produtos, eles não compram só com os olhos, mas utilizam as mãos para sentir a textura dos produtos, a qualidade, dentre outras características. A forma que a pessoa sente o produto certamente ajuda na hora de decidir a compra, então estimule que isso aconteça na sua loja.

Ao mesmo tempo, deixar as superfícies sempre limpas é importante. Imagine o cliente chegar no balcão para pagar pela compra e ele estar empoeirado ou sujo? Isso dará a impressão de falta de cuidado por parte da loja e passará uma imagem pouco profissional.

E, claro, dependendo do seu ramo de atuação, é interessante que você deixe amostras grátis para os consumidores testarem o produto antes de comprar. Essa é uma prática bastante comum em perfumarias.

Visão

Quando nos referimos ao uso da visão no marketing sensorial estamos falando principalmente da identidade visual de uma marca e da organização da loja. Lembre-se que o ser humano é atraído por aquilo que é belo e oferecer esse tipo de ambiente na sua loja pode ser um grande diferencial.

Com relação à identidade visual, escolha uma combinação de cores e fontes únicas que facilite com que os clientes sempre lembrem de você ao visualizarem tais tons e estilo de grafia. Algo extremamente importante para que a sua identidade visual seja marcante é usar da psicologia das cores, pois assim você transmitirá a percepção correta sobre a empresa por meio da sua logomarca.

Seja criativo, mantenha sua loja sempre organizada, decorada, com um boa iluminação e com as cores certas para fortalecer seu posicionamento e a identificação da marca. E não se esqueça de uniformizar os funcionários, escolhendo sempre tecidos de qualidade e que não desbotem. Cada um desses detalhes contribui para a percepção do cliente.

Audição

A música tem grande impacto no comportamento do consumidor, segundo uma pesquisa realizada pela Heartbeats Internacional 35% dos ficam mais tempo na loja quando gostam da música, 14% compram mais do que o inicialmente planejado e 31% voltam a comprar na sua loja.

Isso tudo acontece porque a música mexe com o emocional do consumidor, podendo despertar diferentes sensações e alterações de humor. Se a música for escolhida da maneira certa pode estimular a compra por impulso e aumentar o ticket médio.

A música ou os sons que podem ser ouvidos durante a visita dos seus clientes à sua loja são fundamentais para a criação de uma atmosfera confortável, gerando uma experiência positiva. Temos um material exclusivo que te mostra todos os benefícios da música para a sua loja. Clique aqui e faça o download, é gratuito!

Paladar

Engana-se quem acredita que o paladar pode ser explorado apenas por empresas do ramo da alimentação. Disponibilizar, oferecer e servir água, café e biscoitos para os clientes por exemplo, é uma forma de tornar a visita a sua loja algo mais agradável, como um verdadeiro programa de final de semana deve ser. E não tornar a presença dele no PDV algo moroso.

Você ainda pode complementar essa estratégia deixando uma ou duas poltronas para o cliente se sentar enquanto aprecia o que lhe foi oferecido. Essa estratégia pode ser bastante interessante para os acompanhantes do cliente, como no caso de maridos que aguardam a esposa comprar algo.

9 exemplos de marcas que utilizam marketing sensorial

A propósito, muitas empresas no Brasil e no resto do mundo entenderam a importância de explorar os demais sentidos nas pessoas — não só o audiovisual simples, mas também nas tradicionais propagandas de TV. Para inspirar você, selecionamos 9 empresas que utilizam do marketing sensorial para gerar para seus clientes experiências inesquecíveis. Confira!

1. Mahogany

A linha de perfumes e cosméticos Mahogany reinventou os ambientes da sua rede de lojas com a inserção do music branding. A empresa adotou, em suas lojas, o uso de uma programação musical alinhada com os valores da marca.

O resultado foi benéfico tanto para os colaboradores, que vendiam mais em um ambiente dinâmico, quanto para os clientes, que passaram a vivenciar uma experiência de compra mais viva e animada.

2. Lacoste

A Lacoste também passou a utilizar o marketing sensorial por meio da música, o music branding. A empresa buscava a entrega de uma experiência completa, original e especial para os clientes. Para isso, a marca de roupas e acessórios optou por usar trilhas sonoras que fossem condizentes com fatores como: identidade e história da empresa.

3. Dunkin’ Donuts

O caso da Dunkin’ Donuts é um dos mais conhecidos do Marketing Sensorial. Em Seoul, capital da Coreia do Sul, a empresa instalou um dispensador de aroma com o cheiro do seu café em vários ônibus da cidade. A fragrância era liberada toda vez que um anúncio da marca tocava na rádio interna dos ônibus, o que aumenta a conexão sensorial com o público. O resultado dessa ação foi um aumento de 29% nas vendas de café da Dunkin’.

4. The Fat Duck

The Fat Duck é um restaurante localizado na Inglaterra que resolveu mesclar o paladar com a audição para criar uma experiência nova e marcante para os seus clientes. Isso foi feito em um prato “Sons do Mar”. Ao pedir esse prato o cliente recebe também um iPod que fica do lado do prato enquanto ele come.

Assim, ao apertar o play, o cliente poderia ouvir o barulho das ondas indo contra uma costa enquanto degustava o seu peixe. A ideia era transferir a sensação de estar comendo um fruto do mar perto das águas. Ou seja, o cliente tem muito mais do que uma refeição agradável, mas toda uma experiência durante a refeição. 

Sem falar que, provavelmente o cliente vai se lembrar dessa experiência única e compartilhar com conhecidos, que podem ficar curiosos para conferir a tal refeição à beira-mar.

5. Pandora

A Pandora é uma antiga marca de jóias dinamarquesa que chegou no Brasil em 2009 e desde então busca formas de se comunicar melhor com o seu cliente nos PDVs espalhados pelo país. Para isso, em parceria com a Listenx a empresa fez um estudo de branding para montar a playlist perfeita. As músicas escolhidas traduzem a sofisticação da marca o que ajuda no encanto da experiência do cliente na loja.

Independente do PDV que o cliente for, estará tocando a mesma playlist. Além da tradução do DNA da Pandora, também há alterações estratégicas nas músicas que tocam nas lojas de acordo com a coleção vigente, que também é retratada através de melodias que reflitam a sua mensagem e perfil.

Ou seja, além de melhorar a experiência do cliente, a música ainda ajuda na padronização do ambiente de compras, fazendo com que o cliente não sinta diferenças, independentemente da unidade em que ele resolva fazer as compras.

6. Papemix

Há 20 anos no mercado, a Papemix tem foco na comercialização de materiais escolares e para escritório, presentes, brinquedos e artigos de decoração. A marca buscou ajuda da Listenx para garantir uma programação musical especial e a cara do seu cliente. Algo que de fato o consumidor se identificasse e tornasse o seu momento na Papemix especial.

7. Melissa

Outro grande exemplo de marketing sensorial de sucesso no varejo é a marca de calçados Melissa. Inclusive, se você já teve algum desses calçados, provavelmente você se lembrou do cheiro deles. Portanto, o caso da Melissa está associado ao olfato.

Não apenas todos os sapatos e acessórios da marca têm um cheiro específico, mas também a loja tinha esse mesmo aroma. Para isso, a empresa desenvolveu um composto que agrega a todos os seus produtos e confere às sandálias seu aroma popular. 

A intenção também era de que o cheiro permanecesse nos produtos por muito tempo, mesmo após vários usos. Isso, sem dúvida alguma, ajudou a fixar aquele aroma (e a marca) na memória dos consumidores.

8. Coca-Cola

O nosso próximo exemplo de sucesso de marketing sensorial está relacionado principalmente ao tato e a visão, a gigante Coca-Cola. Essa é provavelmente uma das empresas que mais investem em marketing e vem fazendo isso muito bem há muito anos. 

As garrafas de vidro da bebida possuem um formato bem específico, que foi imitado quando as garrafas pet passaram a ser amplamente utilizadas. Além disso, mesmo quando a imagem da empresa era modernizada, a garrafa recebia pequenas modificações, sem perder as suas características principais.

Isso fez com que, os consumidores conhecedores da marca ainda pudessem reconhecer uma garrafa de Coca-Cola da garrafa de um concorrente, mesmo que o logotipo estivesse tampado.

9. Smart Fit

O marketing sensorial pode ser utilizado nos mais variados ramos, e prova disso é o sucesso do music branding da Smart Fit. Uma academia com mais de 600 unidades no país e com outras 400 unidades distribuídas em 13 países.

A empresa sempre se preocupou em levar a mais alta qualidade e tecnologia para os alunos, desde o momento em que eles entram na academia. Entretanto, apesar da preocupação que eles tinham com a imagem da empresa, a música deixava a desejar.

Quando eles passaram a entender qual era o gosto musical dos alunos e fizeram modificações na trilha sonora das academia, tudo mudou. A música era a peça que faltava para integrar todas as outras estratégias de marketing que haviam sido cuidadosamente planejadas para a Smart fit.

Pilares do marketing sensorial

Para implementar o marketing sensorial, uma dica é seguir três pilares: os valores da marca, o seu mix de produtos e o gosto do seu público. A seguir falaremos de cada um deles separadamente.

Os valores da marca

Os valores da sua marca devem se fazer presente em toda e qualquer sensação a ser trabalhada e nas ações que você realizar. Por exemplo, se a sua marca tiver como um dos valores o conforto, então isso deve se refletir em todas as vezes que o cliente se relacionar com a sua marca. 

E o marketing sensorial vai te ajudar nessa tarefa. Já que você pode fazer a iluminação da loja de modo que fique mais confortável para o cliente. Ou então oferecer uma música mais tranquila para o cliente fazer compras, e assim por diante.

Mix de produtos

É importante que as ações de marketing sensorial estejam combinando com o mix de produtos que a sua loja oferece. Por exemplo, um varejista que trabalha com uma variedade de produtos, pode adotar um tipo de marketing sensorial mais universal e que é capaz de conversar bem com a marca, com as suas ofertas e com os clientes, como é o caso da música.

Uma canção tem o poder de atrair, envolver e confortar o público em uma loja. Não é só uma questão de tornar o ambiente mais agradável, mas sim de despertar a criatividade, lembranças e laços afetivos no consumidor, o que pode resultar em um aumento de vendas.

Entretanto, a escolha pela música perfeita não é um processo tão simples quanto parece. É preciso levar em consideração uma série de fatores, como a sua persona, a mensagem que você quer transmitir, as sensações que você quer criar e quais os objetivos da sua estratégia de marketing sensorial. E isso nos leva ao nosso próximo tópico, confira!

Gosto do seu público

Para que você consiga acertar nas suas estratégias de marketing sensorial, é importante que você crie uma playlist que esteja em sintonia com as suas demais estratégias de marketing. Somente assim você conseguirá usufruir das vantagens desse ambiente que foi gerado e para isso é extremamente importante contar com a ajuda de quem entende do assunto.

Também é possível usar um certo apelo emocional de forma inteligente e que não pareça apelativo em excesso. Isso significa saber exatamente o que cativa a sua persona. Podendo até mesmo ser interessante a aplicação do neuromarketing que é a identificação de padrões e comportamentos que influenciam o seu cliente no processo de decisão da compra de seus produtos.

Saber o que agrada os clientes facilitará na hora de preparar a vitrine da loja, promoções para atrair clientes, aumentar as vendas, publicações nas redes sociais, decoração da loja, dentre outros. Lembre-se que na era da experiência do cliente é importante conhecer bem o seu cliente para oferecer sempre o melhor atendimento.

Em resumo, o marketing sensorial já é aproveitado de forma inovadora pelas marcas para estimular e criar vínculos sensoriais e emocionais com seus clientes. Estratégias que variam do uso de músicas, sabores e aromas para encantar o público e, assim, gerar mais vendas.

Tenha no seu negócio a playlist ideal para os seus clientes

A música certa tem o poder de melhorar a experiência de compra, aumentar o tempo de permanência no interior da loja, aumentar a fidelização e consequentemente aumentar suas vendas.

Com a Listenplay você tem acesso a mais de 60 playlists criadas por especialistas e ainda pode criar anúncios personalizados para divulgar todas as promoções e campanhas da sua loja. Legal né?

Teste agora mesmo a Listenplay por 10 dias grátis, revolucione a experiência dos seus clientes e aumente suas vendas!

Compartilhe

Você também pode gostar

Conheça as 7 melhores campanhas de varejo

Uma ação de marketing nem sempre tem a intenção de somente fazer uma propaganda para o seu negócio. O consumidor procura algo além do que bons produtos e um bom atendimento nas lojas e empresas que vai.  O novo cliente quer entrega de valor e motivos para ser um cliente da sua loja. É exatamente…

Por Nayara Santos em 17.05.2022

Como bater metas até o fim do ano em 4 passos

Normalmente as empresas definem metas anuais e as subdividem em mensais para facilitar o controle e o atingimento delas. O problema é que em muitos casos, os primeiros meses do ano não são bons para as vendas ou, ás vezes, o gestor não conta com períodos de sazonalidade, nem com momentos de baixa demanda, o…

Por Nayara Santos em 22.07.2016

14 exemplos de textos de promoção de loja, se inspire

Nem sempre é fácil escolher os textos de promoção de loja, por isso, é fundamental conhecer alguns exemplos para conseguir se inspirar. A escolha dos textos é algo que deve ser feito de maneira bastante cuidadosa, afinal, eles podem tanto atrair os clientes certos para o seu estabelecimento, como fazer com que o cliente evite…

Por Nayara Santos em 16.02.2023

Cashback: saiba o que é, suas vantagens e como implementar!

Políticas de benefícios são algumas das melhores ferramentas para fidelizar clientes e aumentar a movimentação da sua loja. Afinal, se cada compra traz um benefício além do próprio produto, então você tem mais chances de retornar. Um método que se destaca bastante hoje em dia é o cashback, o qual você pode aplicar em seu…

Por Nayara Santos em 05.12.2019

4 ideias criativas para loja infantil, se inspire

Conseguir oferecer uma experiência memorável para os clientes da sua loja infantil pode parecer algo difícil, senão impossível. Entretanto, com as ideias criativas certas você conseguirá agradar não apenas aos seus pequenos clientes, mas também aos adultos que visitarem o estabelecimento. Por isso, é importante conhecer algumas estratégias e ações de marketing que podem te…

Por Nayara Santos em 12.06.2023

Nomes para lojas de varejo: exemplos para se inspirar

A escolha do nome para loja de varejo é um processo bem delicado e que deve ser levado muito a sério pelo empreendedor. Isso porque é o nome que dá personalidade à marca, e faz com que o cliente crie empatia pelo seu negócio. Claro que ele não faz tudo sozinho, mas ele ajuda bastante.…

Por Nayara Santos em 18.10.2021

Como implementar Marketing Sensorial na minha loja?

O consumidor contemporâneo gosta de liberdade de escolha. Quanto mais à vontade ele estiver para realizar uma compra, maior será sua satisfação com a experiência vivenciada na loja. Nesse contexto, o desafio para os profissionais do marketing é complexo: instigar o consumidor sem ser insistente. Uma das técnicas mais utilizadas para atingir esse objetivo é…

Por Nayara Santos em 30.06.2016

Personalização de produtos: como grandes redes também podem adotar essa ideia?

A personalização de produtos é uma excelente estratégia para conquistar espaço no mercado e atrair mais clientes. De fato, ao criar algo único e relevante que personalize a experiência, fica muito mais simples agregar valor ao conceito da marca e criar um relacionamento de confiança com os clientes. O grande destaque, nesse caso, está em…

Por Nayara Santos em 28.01.2020

Como vender uma ideia? Confira estratégias de vendas aplicadas no dia a dia

O mundo está repleto de sonhos e propostas valiosas, mas nem todos sabem como vender uma ideia, muito menos imaginam a importância disso em suas carreiras e até no dia a dia. O nosso cérebro é uma verdadeira máquina de soluções, estamos sempre identificando problemas ao nosso redor e procurando saídas convenientes. Isso vai desde…

Por Nayara Santos em 17.05.2022

Receba nossos conteúdos exclusivos