Por Nayara Santos em 16.11.2023

Música para loja: melhore a experiência do cliente

Por Nayara Santos em 16.11.2023

Já parou para pensar na importância que a música pode ter para a sua loja? Se respondeu não, então este texto é para você. A música é um elemento que pode mudar completamente o ambiente da sua loja, a experiência que os clientes terão e como eles enxergam a sua marca.

Essa, inclusive, já é uma estratégia utilizada por muitos varejistas, dos mais diferentes ramos. Basta lembrar da sua última visita a algum shopping center. Provavelmente você entrou em várias lojas que utilizavam a música ambiente, aliás, o próprio shopping possui música ambiente.

Utilizadas por pequenos comércios, grandes redes e até mesmo por marcas mundialmente conhecidas, a música pode ser aquela carta na manga para se distanciar e destacar da concorrência. Essencial nos dias atuais, já que o mercado está cada vez mais acirrado.

Um estabelecimento que utilize essa técnica pode se beneficiar de diversas formas, como com o aumento do tempo de permanência do cliente na loja (e consequentemente das vendas). Sem falar que, um cliente satisfeito retorna mais vezes e indica para os seus amigos, formando um poderoso marketing boca a boca.

A seguir falaremos sobre os principais benefícios de ter música na loja, como a música pode ser utilizada e daremos dicas práticas de como ter a playlist certa. Venha com a gente e confira!

Quais benefícios a música pode trazer para a minha loja?

Para você entender a importância da música para a sua loja, vamos direto a um exemplo. Em 2015, o McDonald ‘s realizou um experimento em que foi testado o efeito de músicas selecionadas em alguns de seus estabelecimentos na Suécia. 

Para isso, eles colocaram música em algumas lojas, e deixaram outras sem nenhuma trilha sonora ambiente. As lojas que tinham música ambiente tiveram as vendas 9% maiores do que aquelas lojas em que os clientes não estavam expostos a nenhum tipo de música, ou seja, faziam as suas refeições em silêncio.

Esse efeito que a música tem não é algo aleatório, muito pelo contrário, há uma explicação científica para isso. Primeiramente, é importante dizer que os seres humanos são muito sensoriais, e associar esses elementos à uma emoção aumenta as chances das pessoas criarem uma memória daquele momento.

A audição é um dos nossos principais sentidos que temos, completando o desenvolvimento no feto em cerca de 21 semanas. Desta forma, é natural que as pessoas se sintam mais relaxadas ao escutar uma música que seja do seu agrado. Aliás, é isso que fazemos no dia a dia, escutamos música para nos deixar mais tranquilos, animados, motivados, dispostos e assim por diante.


Portanto, quando o cliente entrar em um estabelecimento que seja corretamente sonorizado, inconscientemente ele irá relacionar a loja onde é exposto à música a essa agradável sensação de prazer. Logo, ele acredita que aquele local lhe faz bem. Por isso ele permanece mais tempo e retorna com frequência.

Por esse motivo, a música ambiente para lojas é capaz de oferecer diversos benefícios capazes de auxiliar a popularidade da marca. Dentre os principais, damos destaque a:

Mas, calma! Não vá sintonizar a primeira rádio que você encontrar e deixar reproduzindo na sua loja. Essa é uma estratégia que deve ser muito bem pensada e vamos falar mais sobre isso ao longo deste artigo. Para conhecer outras formas que a música pode influenciar a loja, confira o nosso infográfico gratuito sobre o assunto!

Utilize a música para influenciar o comportamento do cliente

Os benefícios de ter música na loja realmente são interessantes e podem fazer com que você queira implementar essa estratégia na sua loja agora mesmo. Entretanto, é preciso ter muito cuidado, porque você colherá os resultados apenas se ela for trabalhada do jeito certo.

Por exemplo, se você criar uma playlist aleatória, sem nenhum tipo de critério, ou ainda composta apenas de músicas de sua preferência, o resultado pode ser totalmente inverso ao desejado. Neste caso, ao invés de aumentar o tempo de permanência na loja, você pode estar espantando os clientes. E, com certeza você não quer isso.

Assim como acontece quando escolhemos uma música para escutar conforme o humor que estamos ou que queremos ter, é preciso pensar na escolha da playlist para a sua loja. Segundo estudos realizados na cidade de Nova York, nos Estados Unidos, músicas mais lentas tem o poder de diminuir a excitação e o ritmo dos clientes, deixando-os mais calmos. Consequentemente, surge nele o desejo de permanecer mais tempo em um local onde se sintam tão bem.

Porém, cabe relembrar que a música deve ser escolhida de acordo com o seu negócio e o seu público. Uma lanchonete que tenha como alvo um público mais jovem, por exemplo, obteria melhores resultados ao utilizar os hits do momento, gerando assim um ambiente mais descontraído e propício aos seus encontros e conversas.

Por outro lado, alguns varejistas optam por utilizar uma playlist com nível de energia maior em momentos de maior movimento do estabelecimento. Isso estimula os consumidores a realizarem as compras com maior rapidez, mas sem comprometer a experiência de compras.

Outra forma que a música pode influenciar o consumidor é direcionado-o para a compra de determinados produtos. Por exemplo, uma empresa que trabalha com produtos importados, pode tocar músicas francesas caso queira aumentar a venda de itens provenientes deste país. 

Algo bastante semelhante acontece com as playlists sazonais, já que elas ajudam a integrar a decoração do ambiente, tornando tudo mais harmônico. Ao mesmo tempo, as músicas selecionadas para aquela data específica fazem com que o cliente entre no ritmo das celebrações e compre itens que representam aquele momento.

Quais estabelecimentos podem utilizar música para loja?

Depois de conhecer tantos benefícios que a música pode trazer para loja, provavelmente você deve estar se perguntando se ela pode ser utilizada em qualquer estabelecimento. E a resposta para essa pergunta é bastante simples, um sonoro SIM!

Neste caso, o mais importante a ser feito para que a música ambiente funcione é preparar uma playlist adequada para a sua empresa e para o seu público-alvo. Alguns exemplos de modelos de negócios onde a música oferece uma boa resposta são: 

É importante destacar que cada tipo de negócio deve utilizar uma estratégia própria, afinal, cada marca é única e deve ser capaz de se comunicar com o público desejado. Uma iniciativa que ofereça êxito para um negócio pode ser um desastre para outro tipo de público. 

Por isso, toda atenção na hora de criar a playlist é fundamental! E é justamente sobre isso que vamos falar a seguir, detalhando mais quais os cuidados que você deve ter na hora de escolher a playlist para a sua loja.

Como posso montar a playlist ideal para minha loja?

Vamos lá, se você quer ter resultados utilizando a música em seu estabelecimento comercial, assim como diversas marcas já fizeram, precisará seguir algumas dicas muito importantes. Estude-as cuidadosamente antes de aplicar essa prática no seu negócio e colha todos os benefícios que a música poderá lhe trazer.

1. Alinhe a música com o posicionamento da loja

Antes de colocar qualquer tipo de música na sua loja, leve em consideração alguns fatores importantes, tais como o foco do comércio, o seu público e o estilo apresentado. Além disso, também é importante entender bem a identidade e a localização de sua loja. 

Por exemplo, ela é urbana, sofisticada, noturna, praiana, feminina, masculina ou infantil? Todos esses atributos vão influenciar na hora de escolher a playlist, já que a forma de se comunicar com cada público-alvo também será outra. 

E, como a música é uma ferramenta de comunicação, você precisa utilizar o tom de voz e a linguagem certos para conseguir transmitir a sua mensagem com êxito. Caso contrário, podem surgir ruídos nessa comunicação e você pode ter problemas.

Assim, se você tem uma loja de produtos femininos, então você pode optar por usar apenas músicas que tenham mulheres nos vocais. Isso permitirá que você crie uma maior conexão com o seu público. Por outro lado, se a sua loja é de moda praia, então você poderá utilizar ritmos como reggae ou os hits do verão.

Ainda, é importante que você conheça bem a identidade da sua marca para que a música reproduzida possa combinar com ela. Ou seja, se a sua marca for mais descontraída, então músicas com ritmos mais alegres podem ser utilizadas. Se for mais séria ou sofisticada, então o ideal é optar por ritmos que transparecem essa seriedade, como jazz.

2. Entenda o gosto do seu público-alvo

Depois de fazer uma análise profunda de quem é a sua marca e qual tipo de ambiente você quer oferecer aos seus clientes, chegou o momento de olhar para o seu público. Afinal, por mais que você queira reforçar a identidade da sua marca também é preciso agradar aos seus clientes, já que eles são os responsáveis pelo sucesso da sua loja.

Este é o momento de coletar a maior quantidade de dados que você puder. Isso pode ser relacionado à idade do seu público, qual o nível social dele, qual o estilo de vida, que estilo de música eles gostam de ouvir, qual é o ritmo preferido, quais as bandas que eles gostam, dentre outras. 

Lembre-se que, esse é um passo importante não apenas para você escolher a trilha sonora certa, mas também para qualquer outra estratégia de marketing que você utilize na sua loja. Esses dados devem ser analisados em conjunto com as informações a respeito do negócio que falamos anteriormente.

Pense no tipo de cliente que você quer atrair para a sua loja. Porque se você escolher a playlist errada, poderá desagradar quem já frequenta a sua loja, e ainda terá dificuldades para atrair novos clientes.

3. Mantenha a playlist atualizada

Outro cuidado fundamental para ter a música certa para loja é manter a sua playlist sempre atualizada. Essa é uma preocupação que você deve ter porque a sua marca pode evoluir, o comportamento dos consumidores mudam, novas tendências podem surgir, e a sua playlist precisa acompanhar essas mudanças (absolutamente naturais e esperadas).

Desta forma, você consegue mostrar aos clientes que a sua marca está sempre antenada nas novidades. Afinal, uma loja onde o cliente retorna e encontra sempre a mesma playlist transmite uma impressão de abandono ou de desleixo.

Além disso, a atualização também ajuda para que os funcionários, que são obrigados a ficar o dia todo ouvindo a playlist, dia após dia. E, se eles escutarem sempre a mesma coisa, provavelmente se sintam cansados e vão acabar enjoando do que está tocando. 

Isso pode acabar fazendo com que a produtividade da sua equipe de vendas seja reduzida. Com novidades eles se sentirão mais motivados e trabalharão com maior dedicação.

Vale a pena ressaltar que manter a playlist atualizada não significa necessariamente ter os últimos hits do momento tocando na sua rádio personalizada. Em alguns casos, músicas mais antigas podem combinar a identidade da marca e apenas a inclusão de novas músicas já pode fazer toda a diferença.

Por exemplo, a Levi ‘s, que é uma marca com mais de cem anos de tradição e que vende modelos clássicos de jeans ao mesmo tempo em que também oferece alguns modelos mais novos. Para representar a marca foi criada uma playlist diferenciada, misturando clássicos do rock e hits mais recentes. 

Confira esse e outros cases de sucesso clicando aqui.

4. Deixe o seu gosto pessoal de lado

Esse provavelmente é um dos erros mais comuns que os gestores do varejo podem cometer ao escolherem música para loja. Afinal, é natural que ele queira ouvir as músicas que ele gosta enquanto está na loja. 

Entretanto, o seu gosto musical pode ser completamente diferente do gosto dos seus clientes e não estar nada alinhado com a identidade da marca. Dito isso, resista à tentação de colocar as músicas que mais te agradam para serem reproduzidas na loja. 

O mesmo raciocínio deve ser seguido para os demais membros da sua equipe. Já que nem sempre o gosto dos vendedores vai coincidir com o dos clientes e a mensagem que a sua marca deve passar.

O foco deve ser sempre a satisfação do cliente e em reforçar a identidade da sua marca. Para você ter uma ideia, 44% dos clientes optam por deixar a loja sem levar nada quando a música é ruim. 

Portanto, você pode estar perdendo um grande volume de vendas quando não presta a devida atenção à música que é reproduzida na sua loja. Assim, a menos que o seu gosto coincida com a trilha indicada para a loja, dispense os favoritismos e dê preferência ao gosto do público e identidade da marca.

5. Utilize um bom equipamento de som

De nada adianta estudar a sua marca, conhecer o seu público, escolher os ritmos certos e deixar o seu gosto pessoal de lado se o sistema de som utilizado for ruim e instalado sem nenhum tipo de planejamento. Já que, se a aparelhagem de som apresentar chiados ou ruídos desagradáveis, tanto os clientes quanto os seus funcionários ficarão insatisfeitos.

Por isso, certifique-se de escolher o equipamento ideal, realizar uma boa instalação e executar as músicas com um volume adequado e distribuído de maneira correta pelo ambiente. Lembre-se que os clientes devem ser capazes de ouvir a música em toda a loja.

Ao mesmo tempo, é importante que o volume seja ideal, já que se estiver muito baixo os clientes não ouvirão e você não colherá os benefícios da música na loja. Por outro lado, se o volume for muito alto, você vai acabar afugentar as pessoas devido ao desconforto causado por ela ou dificultar a conversa entre o vendedor e o cliente, comprometendo os seus resultados.

Se a loja for grande, considere manter algumas caixas de som espalhadas em locais estratégicos no seu interior. Assim você garante que o cliente seja envolvido pela música desde a porta de entrada, enquanto escolhe os produtos, nos provadores (se você tiver uma loja de roupas), no caixa e até deixar a loja. Quanto mais completa for a experiência, melhor para a sua marca, a sua loja e os seus clientes.

6. Fique atento aos diferentes momentos de compra

Outro ponto que você deve considerar na hora de escolher a música para a loja é que ao longo do dia você poderá precisar de diferentes playlists. Isso acontece porque o nível de energia dos clientes pode ser diferente em diferentes horários.

Por exemplo, no período da manhã os seus clientes podem estar com mais energia, enquanto no final do dia esse nível cai, já que eles estão cansados depois de trabalhar o dia todo. Já em uma outra loja ou outro tipo de comércio, pode acontecer o contrário.

Isso reforça o quanto  é importante conhecer bem os seus clientes e entendê-los para que você consiga oferecer a trilha sonora ideal para quem visita o estabelecimento a qualquer momento do dia. Seja deixando os clientes mais calmos, ou dando-lhes um nível extra de energia para começar ou finalizar o dia.

7. Considere a participação de um especialista no desenvolvimento das playlists da sua loja

Como você deve ter percebido, escolher a trilha sonora certa para a sua loja é fundamental para que você consiga encantar os clientes e aumentar as vendas. Ou seja, essa é uma estratégia que deve ser bem planejada e executada. 

Isso exige tempo, já que você precisa entender tudo o que mencionamos anteriormente, e ainda saber quais as melhores músicas para a sua loja. A boa notícia, é que você pode contar com a Listenx, uma ferramenta de marketing completa que ajuda a sua empresa a vender mais e a impulsionar os resultados através da música e da comunicação.

O nosso time de especialistas preparou mais de 100 playlists que você pode escolher conforme a sua marca e o seu público. Os gêneros musicais são os mais diversos possíveis, indo desde o infantil, passando pelo rock, MPB, ou o gênero que melhor se adapta ao seu negócio. 

Todas as playlists são focadas no momento da compra e classificadas em nível energético para ajudar você a ter ainda mais resultados. Além disso, é muito fácil de usar: você pode programar playlists para tocar ao longo do dia, nos horários que desejar e sem repetições.

Não corra o risco de errar na música para loja e se arrepender depois. Conte com a Listenx, há mais de 20 anos ajudando empresas a conquistarem os seus clientes. Solicite o seu teste gratuito agora mesmo!

Tenha a playlist ideal para melhorar o ambiente de compra e aumentar seus resultados

A música certa tem o poder de aumentar o tempo de permanência na loja, a fidelização dos seus clientes e consequentemente potencializar as suas vendas.

Com a Listenplay você terá acesso a diversas playlists criadas por especialistas em música para negócios, atualizadas mensalmente e livre de repetições, criando o ambiente perfeito de compra. 

Além disso, te ajuda a divulgar suas promoções no momento certo e em tempo real. Tenha anúncios instantâneos, locutores profissionais e virtuais e assistente de Inteligência Artificial para criar suas campanhas.

Aproveite o nosso período de teste grátis para melhorar a experiência dos seus clientes e divulgar todas as suas promoções no som ambiente do seu negócio, enquanto os clientes estão dentro da sua loja, com o produto na prateleira e o cartão no bolso.

Teste grátis agora mesmo a Listenplay e ofereça o ambiente de compra perfeito para os seus clientes!

Compartilhe

Você também pode gostar

Vale a pena usar plataformas de streaming como som ambiente de loja?

Ter som ambiente na loja pode mudar completamente a forma como o cliente compra e como ele se relaciona com a sua marca. Isso acontece devido a capacidade da música de despertar emoções e sentimentos, o que deixa o cliente mais receptivo e melhora a experiência de compras dele. Como você bem sabe, manter o…

Por Nayara Santos em 24.01.2024

Música para inauguração de loja, conheça a ideal

Escolher a música para a inauguração da sua loja é uma decisão importantíssima que pode influenciar diretamente o sucesso da sua marca. Isso porque a música é capaz de se comunicar com os seus clientes de um modo bastante direto, despertando emoções. Quando isso acontece, as pessoas se lembram da sua marca e dos momentos…

Por Nayara Santos em 02.05.2023

Aprenda como montar playlist de outono para seu negócio!

Montar uma playlist de outono personalizada é muito importante para aumentar as vendas de um estabelecimento. Inclusive, não é incomum que você entre em uma loja com música ambiente e aproveite a trilha sonora para descontrair um pouco. Isso acontece porque a música é um recurso que é capaz não apenas de atrair novos consumidores,…

Por Nayara Santos em 11.03.2024

Qual é o intervalo ideal de anúncios entre as músicas? Entenda aqui

Saber como equilibrar músicas e anúncios é uma dúvida frequente entre os donos dos diversos segmentos do varejo e com o objetivo de ajudar a esclarecer essa dúvida, criamos esse artigo expondo a nossa visão e experiência sobre o assunto. Vejamos a seguir alguns exemplos equilibrando resultados na comunicação das ofertas e uma boa experiência…

Por Nayara Santos em 15.09.2020

Influências da música na sua loja

Você já ouviu falar sobre a influência da música em uma loja? Se não ouviu então precisa conhecer mais a respeito. Afinal, em um mercado cada vez mais competitivo, encontrar formas de se destacar da concorrência e vender mais é fundamental. E, a música pode ser esse diferencial que você estava procurando. Apenas para se…

Por Nayara Santos em 16.11.2023

Diferença das plataformas streaming VS a Listenplay

Se você tem dificuldade em escolher uma solução de músicas para o seu negócio e fica na dúvida se deve usar uma plataforma de streaming convencional ou uma ferramenta profissional? Então, esse artigo é pra você!! Escolher soluções práticas, fáceis de utilizar, que não requerem treinamento e nem exijam muito tempo para fazê-la funcionar é…

Por Nayara Santos em 14.02.2024

Qual a importância de uma rádio indoor para salão de beleza? Entenda!

Você sabe qual é a importância de uma rádio indoor para salão de beleza? Trata-se de uma ferramenta muito útil que ajuda as empresas desse setor a aumentarem as vendas e ainda proporciona um melhor ambiente aos clientes, ou seja, é um dos fatores que contribuem para otimizar a experiência do consumidor. Melhorando a experiência,…

Por Nayara Santos em 14.05.2020

Músicas que acalmam o ambiente funcionam para lojas?

A música tem o poder de influenciar nas emoções e até mesmo nas ações de qualquer pessoa. Prova disso é como nos sentimos quando estamos em um local com uma música mais agitada ou calma. Aos poucos vamos ficando mais animados ou calmos, respectivamente. Mas, será que essa mesma estratégia funciona no varejo? Ao reproduzir…

Por Nayara Santos em 02.01.2024

Música Gospel para estabelecimentos comerciais: quando e como usar?

Será que eu posso tocar música gospel no meu estabelecimento comercial? Essa é uma dúvida bastante frequente dos varejistas, por isso preparamos um artigo para te contar mais se esse é o estilo adequado e como a música pode influenciar a sua loja. Vale a pena lembrar que a escolha do som ambiente de uma…

Por Nayara Santos em 24.01.2024

Receba nossos conteúdos exclusivos