Por Nayara Santos em 31.10.2023

Playlist para loja: 9 dicas para montar a melhor playlist

Por Nayara Santos em 31.10.2023

Você já parou para pensar na importância de ter uma playlist para lojas? Para começar, a música tem um poder incrível de trazer lembranças e causar sensações. A melodia presente em um comercial pode nos fazer sentir vontade de comer pipoca e beber guaraná; o badalar dos sinos que tocam ao passar de um determinado caminhão pode estimular a compra de um novo gás de cozinha; e o ritmo animado da Itália trazer à mente o macarrão do domingo.

As lembranças surgem conforme a influência da música que toca em momentos específicos. Muitas empresas sabem disso e tiram proveito dos efeitos sonoros para melhorar a experiência de seus clientes, para aumentar as suas vendas e ter mais clientes fiéis. Inclusive, a tática funciona em diferentes tipos de estabelecimentos, nos mais variados setores de atuação.

Com a seleção correta das melodias, é possível criar uma atmosfera agradável em qualquer ponto de venda. E você, já pensou na possibilidade de montar uma playlist para a sua loja? Ela pode deixar seus funcionários mais produtivos, estender o tempo de permanência dos visitantes e proporcionar bem-estar às pessoas presentes no ambiente.

Sendo assim, para que você possa aproveitar essa estratégia no seu negócio, trouxemos ótimas dicas para apostar em uma boa playlist para sua loja. Confira!

Dicas para preparar a playlist da sua loja

A competitividade no varejo não é nenhuma novidade, entretanto, os consumidores estão ficando cada vez mais exigentes. Isso torna a diferenciação uma necessidade para qualquer empresa que queira ter sucesso, conquistar a lealdade de seus clientes e aumentar sua visibilidade no mercado. 

Claro que criatividade importa e preparar campanhas diferentes que atraiam a atenção do consumidor é fundamental. Mas, de nada adianta fazer isso se ao entrar na loja o cliente se depara com um atendimento ruim, produtos de baixa qualidade e um ambiente de compras desagradável. 

Mas, a boa notícia é que existem formas de melhorar cada um dos pontos mencionados. O ideal é que você ofereça treinamentos para os seus vendedores, garanta produtos de qualidade e bons preços, e claro, prepare o ambiente para receber os consumidores.

Seria como preparar a sua casa para receber os amigos. A casa precisa estar limpa, organizada, ter espaço para as pessoas que virão, algumas guloseimas e uma música ambiente agradável. Você deverá fazer exatamente a mesma coisa na sua loja.

No nosso blog, você encontra muitos outros artigos falando da importância da decoração e de outras estratégias de marketing sensorial. Mas a seguir vamos tratar especificamente da música. Afinal, não basta ter qualquer playlist sendo reproduzida na loja, é preciso fazer isso de modo intencional se você quiser obter os melhores resultados.

Ainda, se quiser conferir como a música pode influenciar a sua loja, confira o nosso material gratuito.

1. Conheça seus clientes

É fundamental que exista um mapeamento dos clientes para identificar os mais diferentes perfis de pessoas que compram na sua loja. Esse processo serve para orientar várias estratégias de marketing, afinal você precisa saber com quem está falando.


E, como a música nada mais é do que uma forma de se comunicar com os consumidores, essa é uma informação essencial que facilitará a escolha da melhor playlists para conquistar o seu público. Neste caso, precisamos lembrar que o público que frequenta o estabelecimento pode ser diferente dependendo da hora, do dia da semana, ou até mesmo do mês.

Você pode descobrir que pessoas mais velhas, por exemplo, vão à sua loja logo pela manhã. Para esse grupo, uma boa playlist com músicas que oferecem a sensação de calma pode funcionar perfeitamente, tornando o processo de observar e escolher produtos muito mais prazeroso.

Por outro lado, grupos mais jovens talvez frequentem seu estabelecimento no início da noite. Eles podem estar saindo do trabalho ou se deslocando para o local de estudos. Para eles, que costumam acompanhar todo tipo de mudança rapidamente, o ideal é priorizar faixas que estejam em alta no momento, ou que possuam um nível de energia maior.

Fica evidente a importância de prestar atenção aos seus clientes e descobrir qual é a faixa etária que predomina entre a sua clientela o quanto antes. Mapear os diferentes perfis, conhecer a movimentação da sua loja em detalhes, e ter em mente os comportamentos dessas pessoas será imprescindível para que as trilhas musicais escolhidas sejam adequadas.

2. Músicas para momentos de maior fluxo de clientes

Em lojas como supermercados, os horários de grande pico são geralmente depois das 18h, quando as pessoas saem do trabalho para fazer compras pontuais. Neste caso, você terá duas opções e falaremos de cada uma delas a seguir.

No primeiro cenário, o estresse da rotina profissional ou de estudos pode deixar as pessoas com uma maior propensão ao cansaço ou à impaciência. Diante disto, o melhor direcionamento musical pode ser uma playlist com um nível de energia menor e ritmos mais agradáveis.

Assim, o cliente encontrará um ambiente mais tranquilo, contrastando com a sua rotina caótica. Essa mudança pode deixá-lo mais confortável e aberto à abordagem dos vendedores, aumentar o tempo de permanência deles na loja e as suas vendas. Como um refúgio tranquilo.

O segundo cenário consiste em uma loja cheia de clientes. Esse pode até ser o desejo de todos os donos de estabelecimentos comerciais, entretanto, se as pessoas tiverem dificuldade para encontrar o que procuram e pouco espaço para se movimentarem, então pode ter um problema.

Essa pode ser uma oportunidade para utilizar a música de forma estratégica para acelerar o ritmo de compras, mas sem comprometer a experiência do cliente. Pense da seguinte forma, quando você quer fazer alguma atividade física, é essencial ter uma música mais agitada, não é mesmo? Com a loja acontece a mesma coisa.

Lembre-se de que a música impacta bastante o processo de aquisição de produtos e deve ser planejada para tornar esse momento agradável. Por mais que quanto maior for o tempo de permanência do seu cliente no ponto de venda, maiores serão as chances dele comprar mais produtos, ninguém quer ficar em uma loja muito cheia.

3. Peça ajuda e sugestões a seus colaboradores

É essencial lembrar que o ambiente de uma loja não é feito apenas pela disposição das mercadorias e pelos diversos clientes que a visitam. Os seus colaboradores também são peças-chave no sucesso da sua empresa. 

Não apenas porque caberá a eles o atendimento ao cliente, podendo fazer com que eles tenham a melhor ou a pior experiência de compras. Mas também porque, devido à proximidade que eles têm com os consumidores, eles poderão trazer outros feedbacks para você, incluindo sobre a trilha sonora da loja.

Pensando nisso, peça para a sua equipe prestar atenção aos comentários dos clientes e os oriente a repassá-los para você. Essa informação pode até mesmo ser obtida durante o atendimento. Por exemplo, quando o vendedor perceber que o cliente é mais descontraído, ele poderá comentar sobre a música e perguntar se a pessoa gostou. 

Vale a pena lembrar também que a música influencia todas as pessoas que estão na loja, incluindo os vendedores. É comprovado que a música melhora a produtividade da sua equipe, por isso, não se esqueça de perguntar quais ritmos seriam melhores.

Apenas tome cuidado ao escolher a playlist com base no gosto musical dos seus vendedores. Ela deve ser pensada para refletir a identidade da sua marca e para agradar aos seus clientes. Caso contrário, você não correrá o risco de terminar com uma seleção de músicas que foge da proposta inicial.

4. Avalie as estratégias adotadas por outras empresas

Se você não faz ideia de como escolher as músicas, uma boa forma de começar é fazendo uma pesquisa de mercado. Em outras palavras, procure avaliar as soluções empregadas por empresas que tenham um público-alvo semelhante ao seu e uma mensagem parecida com a da sua marca. 

Neste caso, pode ser que você acabe indo na loja do concorrente, o que não tem problema algum. O mais importante aqui é que você não se limite apenas a lojas do mesmo ramo que o seu. Inclusive, é até recomendado que você faça essa pesquisa em lojas de outros ramos, já que desta forma você pode ter ideias para outras estratégias de marketing.

Para isso, é importante que você frequente esses estabelecimentos e os observe com os olhos de um cliente. E, como você bem sabe, essa jornada começa antes mesmo de você entrar na loja. Por isso, comece observando a fachada e a vitrine, perceba elementos de decoração, como é feita a iluminação, como os preços são divulgados.

Ao entrar na loja fique atento ao tipo de música que toca em seus ambientes, quais as sensações que as músicas despertam em você, se há algum outro elemento que torne o ambiente agradável, como aroma ou iluminação. Ainda com relação à playlist para loja, analise se as faixas o tranquiliza ou fazem com que queira acelerar o passo? São opções mais alegres ou monótonas?

Lembre-se de que o estilo musical e o ritmo podem variar de acordo com o horário. Assim, se possível, visite os locais em diferentes momentos do dia e pense em como você se sentiu com cada uma das trilhas sonoras. 

Esse teste permitirá entender o potencial dos ritmos e níveis energéticos em um processo de compra. Sem falar que permitirá que você tome decisões mais acertadas com relação ao seu negócio.

5. Alinhe a música ao posicionamento da marca

Tomando como base a primeira dica, você já deve imaginar que não compensaria investir em músicas clássicas e instrumentais se o público-alvo do negócio fosse composto majoritariamente por jovens e grupos antenados às tendências da cultura pop, certo?

Pois bem, assim como o perfil da clientela, o DNA da marca também importa (e muito) na hora de elaborar uma playlist para loja. Isso significa que a sonoridade deve estar em harmonia com a identidade visual, decoração ambiente, disposição das peças na vitrine, abordagem da equipe de vendas e outros aspectos que transmitem o estilo do negócio.

Lembre-se, as diferentes ações de marketing implementadas no estabelecimento precisam conversar entre si. O ideal é que elas se complementam e haja elementos em comum para integrá-las. Isso permitirá que você ofereça aos consumidores um ambiente mais coeso e um universo único que só a sua marca oferece.

Esse cuidado tem tudo a ver com o conceito de music branding, uma estratégia usada para traduzir os valores e a essência da marca por meio de músicas que estejam alinhadas a determinados posicionamentos. Portanto, independentemente do setor em que você atua, certifique-se de estar passando a mensagem certa com a playlist da loja.

 Quer saber mais sobre music branding? Faça o download do nosso Guia Completo de Audio Branding: Saiba como aplicá-lo na sua empresa.

Caso tenha dúvidas se está conseguindo transmitir a mensagem certa, não hesite em perguntar aos clientes. As pesquisas de satisfação são excelentes ferramentas para te ajudar a entender se você está indo pelo caminho certo ou não. Bem como quais mudanças podem ser implementadas.

Neste caso, o mais importante é abordar o cliente de forma natural e dar espaço para que ele se sinta confortável em responder à pesquisa. E, caso ele não queira, você não deve insistir. Por outro lado, se quiser incentivar a participação, você pode oferecer algo em troca como um desconto ou brinde.

6. Evite misturar diferentes preferências musicais

Por mais envolvidos que estejam com a loja, os colaboradores têm seus próprios gostos em relação a músicas, bandas e artistas. O mesmo vale para o gerente ou dono do negócio, que pode ter preferências por melodias que não têm nenhuma ligação com a imagem adotada pela marca e não agrade ao seu público-alvo.

Nesse sentido, é fundamental ter cuidado com a mistura de diferentes estilos musicais para não deixar os clientes confusos ou fazer com que tenham uma percepção errada da sua marca. Uma boa dica é ser flexível no momento de escolher as faixas para priorizar o gosto do público em detrimento do seu ou de terceiros.

É claro que isso não impede que você receba indicações interessantes por parte da equipe que trabalha na loja. Contanto que essas pessoas saibam qual é o objetivo da marca, poderão opinar e contribuir para a criação de uma playlist adequada e focada em gerar resultados.

Inclusive, esse é um dos erros mais comuns na escolha da playlist para lojas. E você não vai querer cometê-lo se quiser manter os seus clientes interessados na sua marca.

7. Mantenha a seleção das músicas sempre atualizada

A indústria está sempre trazendo novidades com lançamentos que englobam todos os gêneros musicais. Logo, não rola manter sempre as mesmas opções rolando nas caixas de som da loja. Tal atitude pode passar a impressão de que o estabelecimento está descuidado e até fora de contexto.

Se você quer que as pessoas se sintam à vontade e motivadas, precisa atualizar a lista de músicas com frequência. Aproveite o momento para substituir as músicas que estão há mais tempo na seleção e para incluir grandes hits da temporada — claro, se concordarem com o perfil do negócio.

Ainda que a preferência do público seja por faixas antigas e de outras épocas, não deixe de renovar essa playlist de vez em quando. Tenha em mente que ninguém gosta de encontrar sempre as mesmas músicas no ambiente de compras, afinal, a repetição torna a experiência de compras entediante e até cansativa.

Aqui vale uma ressalva importante. Algumas marcas possuem um perfil mais clássico, ao mesmo tempo que oferecem peças mais modernas. Neste caso, uma playlist para loja que reflita o clássico e o moderno é indicado. Esse é o caso da Levi ‘s, uma empresa centenária e que além de oferecer itens clássicos, também possui as últimas tendências da moda nas suas prateleiras.

8. Evite repetições na playlist da loja

Outro erro bastante comum ao planejar a lista de reprodução de uma loja é não ficar atento às repetições. Imagina que o cliente fique na sua loja por 15 minutos e que nesse tempo ele ouviu a mesma música três vezes. Provavelmente ele não terá uma boa impressão da sua marca, e isso é ainda pior se a música não for do seu agrado.

Pior ainda, imagine a sua equipe de vendas que ficará na loja o dia todo e irá ouvir a mesma música centenas de vezes. Uma coisa é certa nesse caso, a produtividade dos seus funcionários irá cair desse jeito. Afinal, ninguém gosta de ficar ouvindo as mesmas músicas repetidas vezes. Que melhorar a produtividade da sua equipe? Confira nosso e-book 5 hacks de produtividade no ambiente de trabalho

Portanto, é fundamental que a sua playlist seja pensada de modo a evitar essas repetições. Um desafio e tanto, não é mesmo? Por isso, a seguir daremos uma dica de ouro para você conseguir ter uma playlist perfeita e que reflita todos os pontos que abordamos ao longo deste artigo.

9. Contrate uma empresa especializada em playlist para lojas

A montagem de uma playlist, como vimos há pouco, demanda atenção a vários pontos importantes para que os resultados sejam os melhores possíveis. Isso envolve uma série de estudos profundos e mapeamento amplo do público a ser trabalhado, considerando o perfil dos clientes conforme o segmento de sua loja e a identidade da sua marca.

Um grande desafio, não é mesmo? Então, por que não contar com uma empresa especializada em música para negócios e oferecer aos seus clientes uma experiência de compras única e começar a alavancar as vendas agora mesmo?

Isso é justamente o que a Listenx faz: oferece uma solução em marketing completa para a sua loja. Com a rádio indoor da Listenx você conseguirá obter todos os benefícios de ter playlists incríveis, para escolher e usar em cada momento do seu dia.

Ao contrário do que encontraria em uma estação tradicional, você terá uma programação planejada de acordo com suas necessidades, com as mensagens que deseja transmitir e com as sensações que pretende passar aos ouvintes — que englobam a equipe de vendas e os clientes.

Além disso, uma rádio personalizada também permite que você se comunique melhor com os seus clientes. Já que há a possibilidade de gravação de anúncios para divulgar promoções, novidades, lançamentos ou simplesmente mostrar todos os diferenciais da sua loja. Com tamanho potencial, cabe a você explorar o recurso das músicas ao máximo e elaborar uma playlist para loja.

Quer informações complementares para fazer uma seleção adequada? Nesse caso, fique conosco e descubra agora como montar uma trilha sonora para lojas!

Tenha a playlist ideal para melhorar o ambiente de compra e aumentar seus resultados

A música certa tem o poder de aumentar o tempo de permanência na loja, a fidelização dos seus clientes e consequentemente potencializar as suas vendas.

Com a Listenplay você terá acesso a diversas playlists criadas por especialistas em música para negócios, atualizadas mensalmente e livre de repetições, criando o ambiente perfeito de compra. 

Além disso, te ajuda a divulgar suas promoções no momento certo e em tempo real. Tenha anúncios instantâneos, locutores profissionais e virtuais e assistente de Inteligência Artificial para criar suas campanhas.

Aproveite o nosso período de teste grátis para melhorar a experiência dos seus clientes e divulgar todas as suas promoções no som ambiente do seu negócio, enquanto os clientes estão dentro da sua loja, com o produto na prateleira e o cartão no bolso.

Teste grátis agora mesmo a Listenplay e ofereça o ambiente de compra perfeito para os seus clientes!

Compartilhe

Você também pode gostar

Música para Consultório Dental: Descubra a Importância

Quer saber como escolher a melhor música para consultório dental? Confira este artigo e descubra os detalhes!

Por Nayara Santos em 14.12.2023

Quebra de contrato: saiba como funcionam os contratos de rádio indoor e music branding

Melhorar a experiência do cliente enquanto ele está na sua loja é o melhor caminho para ter consumidores fiéis e conseguir vender mais. Isso pode ser feito de diversas maneiras, mas geralmente a combinação de elementos é que criará um ambiente único. Por isso, é importante caprichar na decoração, cores, organização da loja e, claro,…

Por Nayara Santos em 24.01.2024

Músicas para vender mais em loja de Surf: estimule o seu cliente

Descubra neste artigo como utilizar músicas para vender mais em sua loja de surf e alcance o sucesso que sempre desejou.

Por Nayara Santos em 02.01.2024

Trilha Sonora: conheça os diferenciais da ListenX

Você sabia que existem empresas que ajudam a montar a trilha sonora para o seu negócio? Que elas oferecem diferentes playlists para cada momento de compra, bem como a possibilidade de ter uma trilha sonora feita exclusivamente para a sua marca? Não? Então chegou o momento de mudar isso e conhecer quem pode te ajudar…

Por Nayara Santos em 24.01.2024

7 estratégias de marketing inspiradas pelo mundo da música!

Inspirar e motivar pessoas são alguns dos principais fundamentos e estratégias de marketing existentes. Interligar aquele que tem uma necessidade ao produto ideal é muito mais eficiente quando isso acontece de forma fluida e a partir de ambos os lados.  A boa notícia é que existem ferramentas que as estratégias de marketing podem utilizar para…

Por Nayara Santos em 13.06.2022

Como Aumentar as Vendas com Músicas

Saber como aumentar as vendas da sua loja com música, pode ser uma reviravolta para a sua empresa. Isso porque, por mais que muitos estabelecimentos do varejo tenham som ambiente, seus gestores nem sequer desconfiam do poder que têm em mãos, e do potencial que podem não estar aproveitando. Afinal, a música, quando escolhida da…

Por Nayara Santos em 20.10.2023

Gosto musical e personalidade: como estão diretamente relacionados?

Provavelmente você já deve ter reparado que existe uma relação entre gosto musical e personalidade, não é mesmo? Se você respondeu essa pergunta com um sim, você está certo. Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Cambridge e publicado no portal de divulgação científica Medical Xpress, demonstrou empiricamente que existem correspondências muito específicas entre…

Por Nayara Santos em 21.01.2022

Música para loja de shopping: destaque-se da concorrência

 O uso da música em ambientes públicos passa longe de ser uma novidade. Antigamente, os elevadores utilizavam melodias e arranjos suaves para embalar o trajeto e deixar as pessoas mais calmas. Com o passar do tempo, as chamadas “músicas de elevador” passaram a ser sinônimo de algo antiquado e fora de moda.  Entretanto, engana-se…

Por Nayara Santos em 30.11.2023

Música Ambiente para Restaurante: Melhore o clima em 7 passos

Você já parou para pensar no poder que a música ambiente poderá exercer no seu restaurante? Muitos gestores desse ramo passam a utilizar a música ambiente sem saber ao certo quais os benefícios que ela poderá trazer ao estabelecimento. Se você é uma dessas pessoas, então esse artigo será muito útil. Chegou o momento de…

Por Nayara Santos em 30.11.2023

Receba nossos conteúdos exclusivos