Por Nayara Santos em 20.10.2023

Músicas que influenciam a compra – Entenda um pouco mais!

Por Nayara Santos em 20.10.2023

Você sabia que a música é capaz de influenciar a compra e o comportamento do cliente quando ele está na sua loja? Ou então que ao tocar a playlist certa você conseguirá fazer com que o cliente passe mais tempo no estabelecimento, se lembre da sua marca e compre mais?

Sim, você pode fazer tudo isso apenas com a música ambiente. Entretanto, não basta reproduzir qualquer playlist, as músicas devem ser escolhidas com critério para conseguir levar aos clientes as emoções certas. Ou seja, você precisa conhecer e entender o seu público-alvo.

Informações como o que eles gostam de fazer, para onde eles gostam de ir e o que gostam de escutar, são apenas algumas das perguntas que precisam ser feitas. Assim ficará mais fácil reproduzir as músicas mais adequadas para a sua marca e os seus clientes.

Para te ajudar a entender o poder que a música tem na sua loja, como você conseguirá obter bons resultados e a montar a playlist perfeita preparamos esse artigo. Venha com a gente e não perca essa oportunidade de trazer um diferencial para a sua marca. Boa leitura!

Como a música pode influenciar as compras na sua loja

Provavelmente você já deve ter percebido como a música é capaz de transformar um ambiente. Inclusive, as chances de você ter utilizado a música para reforçar um sentimento ou te deixar mais motivado são enormes.

Basta lembrar das vezes em que entrou em um local em que a música é agradável, você se sente mais tranquilo e relaxado. Por outro lado, quando a música não é boa, é natural que você queira deixar aquele ambiente ou se sinta incomodado. 

Falando assim, fica claro o quão importante é que você escolha a playlist certa para tocar na sua loja. Mesmo porque, você quer fazer com que o cliente fique ali o máximo de tempo possível e ele fará isso apenas se estiver tendo uma experiência positiva.

Outro ponto muito importante é que quando o cliente ouve uma música que combina com a sua personalidade, as chances deles lembrarem da sua marca é de 96%. Além disso, quando a música é agradável, 35% dos clientes tendem a passar mais tempo na sua loja e 14% irão comprar mais. São números muito positivos, não é mesmo? 

Mas, se você errar na trilha sonora, os números podem ser bem assustadores, já que 44% dos consumidores vão embora quando a música não é agradável e 36% compram menos diante dessa situação. Em outras palavras, caprichar na trilha sonora é mais do que aumentar as vendas, é evitar perdê-las.

E, se tudo isso não fosse o bastante, é fundamental dizer que a música certa também pode melhorar a produtividade da sua equipe de vendas. Isso acontece porque o mesmo ambiente agradável sentido pelos clientes é percebido pelos seus funcionários. 


Com isso, eles ficam mais tranquilos e mais focados nas atividades do dia a dia, os erros humanos diminuem, os relacionamentos interpessoais melhoram e você conseguirá ter uma empresa que funciona bem e que se preocupa com a satisfação dos clientes.

Músicas que influenciam a compra: Escolha os acordes que melhor identificam a proposta de sua loja

Tudo bem, agora você já conseguiu entender como a música influencia as compras na sua loja. Entretanto, como falamos anteriormente, é preciso escolher a trilha sonora certa, se não você terá o efeito contrário do desejado e ainda poderá ser lembrado pela experiência ruim que o cliente teve. E convenhamos, nenhum varejista quer isso.

A música que é reproduzida na sua loja deve estar em sintonia com a proposta do estabelecimento. Assim, PDV (ponto de venda), produto comercializado e linguagem da equipe devem estar em harmonia com o que ecoa nos alto-falantes do rádio para loja. 

Por isso, precisamos falar sobre algumas constatações importantíssimas:

1) Pode não parecer, mas o consumidor repara sim na música ambiente de uma loja. Um estudo de caso recente, feito pela Fatec, mostrou que 94% dos entrevistados perceberam o som que ecoava no estabelecimento;

2) O pesquisador Ronald Milliman, ao estudar o ambiente dos supermercados, constatou que, quando a música era lenta, os consumidores aumentavam seu volume de compras, já que caminhavam mais lentamente pelos corredores e apreciavam com mais calma os produtos expostos. Por outro lado, em uma rede de fast-food, o ideal seria apostar em um ritmo mais frenético, já que a rotatividade é fundamental neste segmento;

3) Além do ritmo, o gênero musical também pode conduzir emoções e comportamento de compra. Segundo estudos, lojas com produtos de alto valor agregado, ao tocarem músicas clássicas, induzem os clientes a serem mais criteriosos em seu processo de escolha, o que os fariam gastar mais. Veja que o que toca no rádio para loja é muito mais relevante para os resultados de venda do que se imagina.

4) Segundo Kotler, “a atmosfera de loja é uma importante ferramenta de marketing quando a diferença no produto ou serviço é pequena e sua importância aumenta conforme a competição”. A escolha da música para loja faz parte da construção dessa atmosfera psicológica e é capaz de direcionar o comportamento de compra de forma inimaginável.

Portanto, chega de deixar a escolha da trilha sonora ao acaso e comece a fazê-la de maneira intencional! A seguir falaremos mais sobre isso.

Como ter a playlist certa para a melhorar a experiência do cliente

Cada vez mais os varejistas estão apostando na música ambiente para melhorar a experiência do cliente. Mas, esse pode ser um grande desafio para os gestores do varejo já que a música precisa ser agradável para os clientes, enquanto representa a sua marca, e torna a mensagem dela mais nítida para os consumidores. 

Confira a seguir como escolher as músicas para ter a playlist certa para o seu estabelecimento.

Como entender o que o cliente quer

O primeiro passo para ter as músicas certas tocando na sua loja é entender o perfil do seu cliente. Saber o que ele procura e qual estilo de músicas são agradáveis para ele é fundamental para conseguir elaborar a playlist ideal. 

Para conseguir obter essas informações você poderá utilizar diferentes recursos. Por exemplo, fazendo uma pesquisa com o cliente que vai até a loja. Aborde-o no final das compras, ou mesmo ao finalizar o pagamento, ainda no caixa, e pergunte se ele concorda em responder essa pesquisa rápida. 

Caso ele não queira, o importante é não insistir. Ah, e o vendedor também pode fazer isso enquanto atende o cliente. Apenas se lembre de que essas informações precisam ser registradas para serem analisadas. Caso contrário, você correrá o risco de tomar decisões importantes para a sua empresa com base em achismos.

Outra opção é através do perfil da sua marca nas redes sociais. O Instagram, por exemplo, permite que você faça enquetes, e essa pode ser uma forma bastante interessante de chamar a atenção para sua marca, estimular o engajamento e ainda obter as informações que precisa.

Uma última opção seria oferecer algo em troca da participação na pesquisa. Lembre-se, os consumidores querem se beneficiar ao se relacionarem com as marcas. Portanto, essa é uma forma de mostrar que a opinião dele importa para você.

Encontre uma identidade musical para a sua marca

O próximo passo é encontrar a identidade musical que a sua marca terá. Esse é um processo importantíssimo na escolha das músicas certas. Isso porque, se você escolher a trilha sonora errada, o cliente pode acabar confuso e sem entender o que a sua marca oferece.

Por exemplo, se você tiver uma loja de produtos infantis e reproduzir uma trilha sonora em que jazz seja o estilo musical predominante. Claro que esse exemplo é exagerado, mas é apenas para que você entenda que todos os elementos que compõe a sua loja devem se conversar.

Por isso, faça uma análise de quem é a sua marca e quais mensagens ela quer passar para o cliente. Vamos a outro exemplo: se a loja estiver focada e trazer para os clientes as peças da última moda, então uma música eletrônica mais moderna provavelmente é a melhor escolha. Isso porque ela irá lembrar os desfiles de moda.

Já se a sua marca comercializa peças mais clássicas, mas que nunca saem de moda, então você poderá mesclar as músicas eletrônicas mais modernas, com outras músicas mais antigas, que todas as pessoas gostam. Da mesma forma, se você tem uma loja de roupas que vende roupas em um estilo country, você provavelmente deve utilizar o mesmo tipo de música para atrair os clientes. 

Um exemplo bastante interessante dessa combinação foi o que a Levi ‘s fez com a trilha sonora da sua loja, que tem na sua trilha sonora músicas consideradas como clássicos, e música mais moderna. Isso reflete os modelos clássicos de calças jeans que a marca vende, ao mesmo tempo em que ajuda a trazer a sensação de peças mais modernas. Confira todos os detalhes desse case de sucesso aqui.

Esse processo é chamado de music branding. É com ele que você conseguirá criar uma identidade musical para a sua marca, oferecendo um ambiente de compras único para os seus clientes. A melhor forma de fazer isso é com a ajuda de empresas especializadas em música para negócios, como a Listenx

Ela é uma ferramenta de marketing completa, que te ajuda a levar a melhor experiência para os seus clientes e garantir uma boa comunicação com eles. Isso porque com a Listenplay você pode incluir anúncios ao longo da programação musical, o que te ajudará a divulgar ofertas e novidades da loja. Vá ao final deste artigo e confira como solicitar o seu teste gratuito.

Analise a movimentação da loja

Você já entendeu que a música influencia as compras na sua loja. Mas, será que a mesma trilha sonora, com o mesmo nível de energia, pode ser utilizada ao longo do dia? Sabendo que o movimento no estabelecimento muda durante o funcionamento, seja no perfil dos consumidores ou no ritmo de compras deles, é natural que a música deva acompanhar essa mudança.

E isso nos leva à nossa próxima tarefa para ter a playlist certa para você: fazer uma análise detalhada do movimento da loja. Pode ser que nas primeiras horas do dia o cliente esteja mais tranquilo, desta forma, a trilha sonora deverá acompanhar esse ritmo. 

Já no final do dia, é mais provável que as pessoas estejam mais agitadas, portanto, esse é o momento de ter uma playlist que combine com esse ritmo.  Ou será que na sua loja acontece o contrário? Por isso é importante fazer essa análise.

Outro ponto importante é que o perfil do cliente pode mudar não apenas ao longo do dia, mas conforme o dia da semana ou até mesmo do mês. Por exemplo, se você está localizado em uma área com muitos escritórios, pode ser que durante a semana, os clientes tenham um perfil completamente diferente daqueles que frequentam a loja no final de semana.

Neste caso, é preciso observar os clientes, fazer as perguntas certas, e tentar amostrar o mesmo número de pessoas em cada um desses momentos. Lembre-se que isso te permitirá implementar outras ações de marketing, e não apenas a música ambiente.

Fique de olho na concorrência

A estratégia de ter músicas que influenciam as compras não é algo novo. Muito pelo contrário, cada vez mais os gestores de diferentes setores do varejo vêm se utilizando dessa estratégia para conseguir obter melhores resultados e fidelizar os clientes. 

Por isso, na hora de criar a sua playlist, você pode dar uma conferida no que a concorrência está fazendo. Faça visitas a algumas lojas como um cliente e tente perceber que tipo de ambiente o concorrente oferece. Preste atenção na música, no layout da loja, se há algum tipo de aromatização no ambiente, se os vendedores utilizam algum uniforme, como é a iluminação, dentre outros.

Todos esses detalhes fazem parte de estratégias do marketing sensorial e que você também pode aplicar. Com essas ações é possível criar um ambiente de compras mais agradável e único para o cliente. E, como você já sabe, quando o cliente se sente bem na loja ele lembrará desses bons momentos e de que a sua marca foi capaz de proporcionar isso para ele.

Para conhecer todos os detalhes dessa estratégia confira o nosso e-book Guia completo sobre marketing sensorial no varejo.

Principais erros na hora de escolher a música que podem influenciar negativamente os seus clientes

Se você chegou até aqui, é porque já sabe como a música pode influenciar as decisões de compras dos clientes e até mesmo como usá-la para ter melhores resultados. Entretanto, precisamos falar dos erros que você não pode cometer se quiser acertar com essa estratégia.

Claro que conhecer os passos certos a serem dados é fundamental, mas conhecer quais erros você pode cometer também são essenciais para que você os evite. Por isso, a seguir falaremos em detalhes sobre os erros mais comuns. 

Não conhecer o seu público-alvo

Sim, você já sabe que conhecer o seu público-alvo e saber o que ele quer ouvir é importante. E aqui vale a pena reforçar uma coisa, muitos gestores acreditam que sabem o que o cliente quer, mas eles estão enganados.

Um bom exemplo disso é um case de sucesso de uma academia, um setor um pouquinho diferente do varejo. A Smart Fit tinha uma playlist focada em determinados ritmos musicais que não eram os favoritos dos alunos. 

Uma ação realizada no Dia Mundial do Rock revelou que a maior parte dos frequentadores da academia, na verdade, preferiam esse ritmo e pop. Com isso, a academia pode reformular a trilha sonora que era reproduzida e adequá-la ao que os alunos queriam ouvir.

Por isso, não se engane, fique atento ao que os clientes falam e a como eles reagem quando diferentes ritmos e músicas são tocados. E, claro, não hesite em perguntar o que eles estão achando e como a música pode ser melhorada.

Não saber qual mensagem a sua marca quer transmitir

Já parou para pensar que tipo de mensagem a trilha sonora da sua loja está transmitindo para os clientes? Se você respondeu não, então chegou o momento de mudar isso. Afinal, da mesma forma que a música te ajuda, quando escolhida sem critério ela pode te prejudicar.

Por exemplo, se a sua loja está sempre trazendo novidades da última moda, mas a trilha sonora só tem as 10 músicas mais tocadas de cinco anos atrás, então você não está transmitindo a mensagem certa. Por isso, é fundamental que antes de mais nada você avalie qual é a missão e os valores que a sua marca possui e como a música pode te ajudar a reforçá-los.

Não combinar com as demais estratégias da marca

A sua loja provavelmente utiliza diferentes estratégias e ações de marketing para atrair clientes e fidelizá-los, certo? Então a sua trilha sonora deve ser capaz de acompanhar essas outras estratégias, inclusive, ela pode até mesmo ajudar a unir todas elas.

Lembre-se que a atenção aos detalhes é o que pode fazer toda a diferença para que a sua loja seja a preferida dos consumidores e você passe a concorrência para trás. E a música ambiente é a cereja do bolo que vai te ajudar a conquistar isso.

Portanto, fique atento a esse ponto e, se estiver na dúvida, converse com a sua equipe de vendas e com os seus clientes. Pergunte quais as sensações eles sentem quando entram na loja, ou como eles percebem o ambiente. Isso te ajudará a entender se as estratégias estão se comunicando ou não.

Aqui, acreditamos que seja importante destacar mais um case de sucesso de utilização de música na loja. A marca de roupas esportivas LIVE! é bastante dinâmica, e a cada coleção lançada, uma temática é evidente. Neste caso, a Listenx atuou com a criação de playlists personalizadas para a marca, com o foco em reforçar a temática da coleção.

Isso deixa o ambiente e a experiência de compras muito mais interessante para o cliente. Que se sentirá imerso no universo da marca enquanto faz as compras.

Deixar que qualquer pessoa mude a música ambiente

Muitos varejistas não levam a escolha da música a sério e deixam que a trilha sonora seja feita por funcionários. Ou mesmo, o gestor gosta de música e decide fazer a trilha sonora sozinho, sem nenhuma ajuda.

O maior problema neste cenário é que as músicas escolhidas provavelmente não serão aquelas que os clientes querem ouvir, ou mesmo que representem a sua marca. Por isso, é importantíssimo ter ajuda especializada neste momento. Falaremos mais sobre isso a seguir.

Mas, mais do que isso, de nada adianta ter a playlist certa se qualquer funcionário puder mudá-la a qualquer momento. Portanto, na hora de escolher o software para a reprodução de música na sua loja, é preciso levar esse fator em consideração. Caso contrário, você pode achar que está apostando na estratégia certa, quando, na verdade, ela não está sendo executada da forma como deveria.

Utilizar equipamentos de baixa qualidade

O próximo erro que vamos comentar, que pode influenciar negativamente a decisão de compras do cliente quando o assunto é música, é a escolha dos equipamentos. Já que de nada adianta ter uma playlist feita sob medida, se o som está distorcido ou se o cliente não consegue ouvir as melodias em toda a loja. De modo geral, você vai precisar de:

  • Amplificadores: responsável por aumentar a força do sinal para que ele o som possa percorrer uma distância maior no ambiente, ou seja, ser levado para todos os ambientes da loja. Pode ser considerado como um dos elementos mais importantes em um projeto de som;
  • Caixas de som: utilizadas para transmitir o som e devem ser escolhidas conforme a decoração da sua loja. Elas podem ser de embutir ou sobrepor;
  • Subwoofer: utilizado para ressaltar os sons mais graves. Não é obrigatório em todos os projetos de som, mas dependendo da sua marca pode ser importante.

Claro que existem outros acessórios que você pode utilizar para deixar o projeto de som melhor. Por exemplo, algumas lojas optam por microfones, mesas de sons e cabos de alta qualidade. Desta forma, além de ter uma rádio para reprodução de músicas, elas também podem apostar em outras estratégias de comunicação com o cliente.

Listenx, a parceria perfeita quando o assunto é música para negócios

Você, como gestor da loja, provavelmente ficou interessado em ter músicas que influenciam a compra, não é mesmo? Afinal de contas, são tantas vantagens que ela pode trazer para o seu negócio que não dá para ficar de fora e ser passado para trás pela concorrência. 

Entretanto, você também deve ter muitas outras responsabilidades e, para conseguir montar a playlist perfeita, seria necessário estudar e conhecer a fundo sobre o assunto. Por isso, contratar uma empresa especializada em música para negócios pode ser uma ótima solução. 

Não apenas porque você poderá ter à disposição playlist de qualidade em um curto espaço de tempo. Mas também porque ela te ajuda a melhorar a comunicação com os seus clientes, seja na hora de transmitir a mensagem que você deseja, ou ao te ajudar a ter anúncios ao longo da programação musical.

Para isso, você pode contar com a Listenx, empresa pioneira em música para negócios no Brasil e que te ajuda a ter a playlist certa na sua loja. Atuando há mais de 20 anos no mercado, ao utilizar a Listenplay você terá acesso a mais de 100 playlists com diferentes ritmos e níveis de energia à disposição.

Assim, você poderá escolher a trilha sonora mais adequada para cada momento do dia! E isso sem falar que o software ainda funciona no modo offline, ou seja, não precisa se preocupar com a instabilidade da sua internet e correr o risco de ficar sem música ambiente na loja.

E, você não terá mais que se preocupar em ter uma pessoa para controlar o que será tocado. Ou seja, você não corre o risco de ter músicas erradas sendo tocadas na loja e desagradando aos clientes, ou mesmo ficar sem música alguma porque toda a sua equipe está ocupada com atendimento.

Outra grande vantagem de ter a Listenplay na sua loja é a possibilidade de reproduzir anúncios personalizados falando das promoções da loja, apresentando o programa de fidelidade para os clientes e muito mais. Mais do que isso, você ainda terá a possibilidade de gravar anúncios com o auxílio do nosso locutor virtual e veiculá-los na sua loja imediatamente!

Comece a melhorar a comunicação com os seus clientes e a oferecer o melhor para eles. Ficou interessado? Então veja abaixo como solicitar o seu teste gratuito!

Tenha no seu negócio a playlist ideal para os seus clientes

A música certa tem o poder de melhorar a experiência de compra, aumentar o tempo de permanência no interior da loja, aumentar a fidelização e consequentemente aumentar suas vendas. 

Com a Listenplay você tem acesso a mais de 100 playlists criadas por especialistas e ainda pode criar anúncios personalizados para divulgar todas as promoções e campanhas da sua loja. Legal né? 

Teste agora mesmo a Listenplay por 10 dias grátis, revolucione a experiência dos seus clientes e aumente suas vendas! 

Compartilhe

Você também pode gostar

Música para loja de shopping: destaque-se da concorrência

 O uso da música em ambientes públicos passa longe de ser uma novidade. Antigamente, os elevadores utilizavam melodias e arranjos suaves para embalar o trajeto e deixar as pessoas mais calmas. Com o passar do tempo, as chamadas “músicas de elevador” passaram a ser sinônimo de algo antiquado e fora de moda.  Entretanto, engana-se…

Por Nayara Santos em 30.11.2023

O que é ECAD? Tudo o que você precisa saber sobre

Se você está pensando em implementar uma estratégia musical na sua loja, então precisa saber o que é o ECAD e como ele funciona. A sigla significa Escritório Central de Arrecadação e Distribuição, e tem como função facilitar o pagamento e a distribuição dos direitos autorais. Portanto, o ECAD é o órgão responsável pela arrecadação…

Por Nayara Santos em 04.04.2023

Qual o melhor estilo musical para minha loja?

 É natural que os varejistas que possuem som ambiente na loja se perguntem qual é o melhor estilo musical para o seu estabelecimento, certo? Afinal, a música é uma poderosa ferramenta para melhorar as vendas e conquistar clientes. Não apenas a audição é um dos primeiros sentidos que desenvolvemos, mesmo antes de nascer, ela…

Por Nayara Santos em 31.10.2023

Som para ambientes comerciais: 5 dicas para implementar

Texto produzido pela Frahm   O som para ambientes comerciais é uma estratégia utilizada por empresas que querem melhorar o relacionamento, reter clientes por mais tempo no ambiente, aumentar as vendas e aproveitar outras vantagens. Isso porque a música tem forte influência sobre o comportamento humano, despertando sentimentos, sensações e ações.  Quando um cliente se…

Por Nayara Santos em 17.08.2022

Músicas para ouvir em lojas de roupas e motivar os funcionários

Conseguir manter a motivação dos funcionários é uma responsabilidade importantíssima dos gestores do varejo. Afinal, o vendedor precisa disso para conseguir bater as metas estipuladas, atender bem aos clientes, manter a loja de roupas organizada e ainda manter um bom clima de trabalho. Claro que ser um bom líder é essencial, bem como reconhecer o…

Por Nayara Santos em 02.01.2024

Posso tocar música na minha loja? Saiba quais são os benefícios

 Muitos varejistas se perguntam se eles podem tocar música na loja e quais os benefícios que a música pode oferecer. Se você é um desses varejistas ou acredita que música serve apenas para preencher o silêncio que ficaria na loja, então esse artigo irá te ajudar! Isso porque, a música ambiente na loja é…

Por Nayara Santos em 16.11.2023

Rádio para Loja — Qual o Volume Ideal?

Entender a importância do volume da rádio para loja é essencial para enxergar resultados em suas estratégias. Aprenda neste artigo como escolher o ideal.

Por Nayara Santos em 02.01.2024

Você sabe a importância da identidade musical para a sua empresa? Confira agora!

Existem muitas formas de conseguir trazer uma identidade única para a sua empresa. Neste momento, você provavelmente pensou no logo, no nome, no uniforme dos funcionários e na decoração da loja. Mas, você já ouviu falar em identidade musical? Isso mesmo, a música é uma dessas ferramentas para conseguir se destacar da concorrência. Inclusive, definir…

Por Nayara Santos em 26.01.2022

Guia completo de como montar uma playlist perfeita para atrair clientes

A música tem um poder surpreendente de nos fazer lembrar de acontecimentos, tornar o ambiente mais agradável e até mesmo mudar o nosso humor. Com o varejo acontece a mesma coisa, por isso, ter a playlist perfeita pode te ajudar a atrair clientes e a aumentar as vendas. Entretanto, escolher as músicas certas para a…

Por Nayara Santos em 12.04.2022

Receba nossos conteúdos exclusivos