Por Nayara Santos em 08.11.2022

Layout de Loja: Descubra como montar o melhor

Por Nayara Santos em 08.11.2022

O layout de loja é uma poderosa ferramenta para aumentar as vendas e atrair mais clientes para a sua loja. Entretanto, assim como ele é capaz de melhorar os seus resultados, ele também é capaz de comprometê-lo quando não é bem executado.

Um bom layout deve ser convidativo, facilitar a locomoção do cliente pela loja e ainda permitir que ele consiga ver todos os produtos expostos. Apesar disso, nem sempre os varejistas prestam muita atenção a ele e acabam prejudicando a experiência de compras e não obtendo os lucros desejados.

Se este for o seu caso, ou se você estiver à procura de dicas para montar o melhor layout da loja, então você está no lugar certo. Neste artigo vamos te explicar mais sobre o layout, a influência que ele pode ter para o sucesso do seu negócio e ainda daremos algumas dicas de como montar o layout certo para a sua loja. Confira!

O que é Layout de Loja?

Primeiramente, é preciso que você entenda exatamente o que é o layout da loja, afinal, não tem como planejar ou melhorar algo que você não conhece. Podemos dizer que layout é  a forma que você utiliza o espaço físico para expor produtos. Portanto ele compreende:

  • Acesso do cliente à loja; 
  • Local onde estão os caixas;
  • Acesso ao estoque;
  • Distribuição de prateleiras e gôndolas para expor os produtos;
  • Vitrines;
  • Provadores (no caso de loja de roupas e sapatos);
  • Localização das mercadorias na loja.

Para compor o layout da loja técnicas de visual merchandising podem ajudar. Essa é uma estratégia que serve para criar um clima de compra favorável, promovendo uma melhor percepção dos itens expostos, de modo que seja agregado valor a ele. Além disso, essa técnica também interfere na experiência de compras do cliente.

Essa preocupação com a experiência do cliente, ou o customer experience, é fundamental. Isso porque dependendo da experiência que os clientes tiverem no estabelecimento, eles podem comprar ou não certos produtos e adquirir determinados serviços. Assim como podem não retornar ao seu estabelecimento se a experiência for ruim.

O layout da loja é um dos principais influenciadores dessa experiência, você sabia? Ele funciona como um cartão de visitas, responsável por atrair clientes e induzi-los à compra. Assim, um planejamento ruim de layout pode proporcionar uma experiência confusa, desinteressante e pouco satisfatória para o cliente. Como consequência, as vendas podem baixar, o que prejudica os resultados esperados do negócio. 

Mas, antes de irmos às dicas, você precisa conhecer os diferentes tipos de layouts que podem ser utilizados na sua loja.

Tipos de layout de loja

Como falamos até agora, o layout é mais que expor os produtos nas prateleiras ou ilhas de produtos. Com ele você consegue mostrar tudo o que a sua loja, reforçar a identidade da sua marca e influenciar as decisões dos clientes.


Dito isso, conhecer os diferentes tipos de layouts te ajudará a escolher aquele que melhor funciona na sua loja. Vale a pena mencionar que nem sempre você acertará de primeiro, por isso, é importante continuar tentando e fazer alguns testes para encontrar o layout ideal para a sua marca.

Simples

Nem sempre o estabelecimento possui o espaço necessário para fazer um layout de loja muito elaborado. Desta forma, não há outra escolha a não ser correr ao layout simples, oferecendo ao cliente espaços individuais, mas sem muitos atrativos.

Neste caso, uma das formas de conseguir fazer com que o cliente fique mais tempo na loja é através do posicionamento inteligente dos produtos. Por exemplo, deixando aqueles itens mais procurados no fundo da loja. Assim, você faz com que o cliente antes um pouco mais e esteja exposto a outros itens que podem ser igualmente interessantes.

Além disso, caprichar na vitrine e na decoração da loja, oferecendo um ambiente mais agradável, com música ambiente e com a iluminação certa, podem ser excelentes ferramentas para fazer aumentar as suas vendas. Quer saber outras formas de vender mais? Então confira o nosso e-book Aumente as vendas da sua loja com 4 estratégias certeiras.

Caminho forçado

Uma das ideias do layout é criar um roteiro de compras na loja. Assim, quando o cliente entra, ele seguirá um caminho definido pelo varejista e não simplesmente visitará as seções ou corredores que ele quiser.

Muitas lojas de móveis e decoração utilizam bastante o layout de caminho forçado, como no caso da Tok Stok e da IKEA. Portanto, se você já visitou essas lojas, sabe que, uma vez que você entre na loja, terá de percorrer toda a sua extensão para conseguir sair.

Isso significa que, mesmo que você esteja interessado em comprar almofadas, será preciso passar pela seção de artigos para decoração do quarto, móveis para o quarto, artigos para cozinha e muitas outras, antes de deixar a loja. Essa é uma excelente forma de influenciar o cliente a comprar outros produtos que ele ache interessante.

Mas, é preciso ter cuidado porque, clientes que sabem exatamente o que querem ou que estejam com pressa podem se irritar com esse tipo de layout. Podendo, até mesmo, desistir de comprar na sua loja e recorrer ao concorrente caso ele tenha um layout mais prático, por assim dizer.

Grade

O próximo tipo de layout de loja que falaremos é o em grade. Neste caso, a intenção é que os produtos sejam expostos de forma mais prática, geralmente organizados por popularidade entre os clientes. Ou seja, a disposição de produtos pode mudar de loja para loja, caso você tenha mais de uma unidade.  Dois bons exemplos de lojas que utilizam esse tipo de layout são as farmácias e os supermercados.

Entretanto, estabelecimentos que utilizam o layout em grade têm a seu favor a possibilidade de oferecer aos clientes uma boa experiência de compras. Isso pode ficar ainda mais evidente para aqueles consumidores que querem entrar e sair rapidamente da loja.

Vale a pena ressaltar que o layout em grade não é esteticamente apelativo ou capaz de chamar a atenção do consumidor. Por isso, o ideal é que você invista em outras estratégias para conseguir atrair o cliente, como por cartazes ou na decoração da loja.

Em loop ou em track race

Sabe aquelas pistas de corrida em que os corredores dão a volta na pista de atletismo? O layout em loop, também chamado de track race (pista de corrida), segue justamente esse princípio.

Esse layout de loja também é bastante comum em lojas pequenas do varejo. Ele consiste basicamente em colocar expositores e prateleiras nas paredes e então ilhas ou gôndolas de produtos no meio. Assim, o consumidor que entrar na loja seguirá por essa pista criada, passando por todos os produtos.

Para conseguir ter bons resultados com esse layout também é importante saber quais são os itens mais procurados e deixá-los em pontos estratégicos da loja. Além disso, você pode utilizar o visual merchandising para atrair a atenção do cliente para determinados itens ou pontos da loja. Por fim, se você quiser criar uma espécie de roteiro, pode colocar adesivos no chão indicando qual sentido o cliente deve seguir.

Espinha de peixe

Esse provavelmente é um dos layout menos comuns, mas ainda assim pode ser uma alternativa para a sua loja, por isso é importante conhecê-lo. Ele consiste basicamente em um corredor central mais largo, e corredores mais estreitos nas laterais.

O layout espinha de peixe pode ser uma excelente opção para aproveitar espaços pequenos, entretanto, é preciso ter cuidado porque pode haver aglomeração nos corredores menores, dificultando a visualização dos produtos e comprometendo a experiência do cliente.

Misto

O último tipo de layout que falaremos é o misto. Ele consiste basicamente de uma mistura dos demais tipos que vimos anteriormente. Uma das maiores vantagens de se optar por esse layout é a possibilidade de criar um ambiente mais descontraído e atraente para o cliente.

Sem falar que, ele também é mais flexível, permitindo que o varejista o explore da forma que melhor atender às suas necessidades. Por exemplo, em grandes lojas de departamento, cada seção pode ser um layout diferente. Assim, o cliente fica mais interessado e curioso ao andar pela loja.

Viu como existem muitos layouts de loja para serem utilizados? O mais importante é encontrar aquele que funciona melhor na sua loja e a melhor forma de fazer isso é testando. Confira a seguir as nossas dicas e você terá sucesso independente do layout que escolher. 

Dicas para montar o melhor layout de loja

Montar um bom layout na sua loja exige atenção aos detalhes. Por isso, preparamos algumas dicas que você poderá aplicar na sua empresa. 

Divisão funcional dos setores

Uma das coisas mais importantes no layout da sua loja é que ele seja funcional e lógico. Isso significa que é preciso que os clientes tenham o acesso facilitado e intuitivo aos itens que eles procuram. Afinal de contas, a intenção é criar comodidade para construir o cenário perfeito para a compra.

Mas como assim? No caso de uma loja de roupas e acessórios, por exemplo, faz mais sentido deixar os vestidos perto das saias do que perto dos acessórios. Também é melhor deixar os acessórios juntos para que o cliente possa procurar tudo de uma vez.

Dessa forma, é melhor deixar agrupados itens que se complementam ou que sejam parecidos, do que colocar cada um em um canto da loja. Se isso não acontecer, são grandes as chances de o cliente perder o interesse.

Cross merchandising

Se você tem uma loja do varejo provavelmente já deve ter percebido que alguns itens são geralmente comprados juntos. Por exemplo, em uma perfumaria o cliente pode procurar por um shampoo e um condicionador; já em uma loja de roupas ele pode comprar uma calça e um cinto. 

Dito isso, uma vez que você identifique que determinados produtos são sempre comprados juntos, então é possível apostar no cross merchandising. Assim você poderá não apenas aumentar as suas vendas, como também o ticket médio da loja.

Para colocar essas técnicas em prática, basta posicionar algumas unidades desses itens próximos. Por exemplo, colocar os cintos próximos às calças jeans. 

Aproximação dos itens da porta

Por mais que esteja tudo certo dentro da sua loja, se os clientes não puderem ver isso provavelmente eles não vão se interessar. Como você tem apenas alguns segundos para prender a atenção de quem passa e para convencer o cliente a entrar na loja, é necessário aproximar os produtos da porta.

O ideal é que você escolha aqueles itens que são mais procurados, os campeões de venda. Desta forma, fica muito mais fácil deixar o cliente interessado e fazer com que ele queira conferir os demais itens que você vende.

Capriche na vitrine da loja

A vitrine também é uma parte importante do layout da loja. Por isso, você precisa deixá-la bem interessante e convidativa para conseguir chamar a atenção do cliente.

Assim como os produtos que ficam próximos da porta, a escolha dos produtos que irão para a vitrine também é importantíssima. Dê preferência para as peças que são mais procuradas e aposte na combinação de itens, inclusive isso poderá facilitar a venda deles.

Ainda, durante as datas comemorativas capriche na decoração e na iluminação. Isso indicará para o cliente que você também celebra aquela data e que o cliente encontrará os itens que ele procura para a celebração. Apenas tome cuidado com cartazes e adesivos que irão para a vitrine. Eles não devem impedir que o cliente visualize o que está exposto. E não se esqueça de colocar o preço, assim o cliente já saberá se o custo-benefício daquele item é interessante ou não.

Destaque aos produtos da maneira certa

O que o atrai mais em uma loja: uma organização colorida de prateleiras ou a criação de blocos monocromáticos? A resposta é depende. Isso porque cada loja tem o seu perfil de público e, por mais que você diga que a atenção será desperta de maneira mais intensa pelo display colorido, essa pode não ser a realidade para todas as marcas.

Se você for utilizar cores diferentes para os itens que compõem o layout da loja, é preciso ter alguns cuidados. Isso porque, as cores podem até ser chamativas, mas elas precisam conversar com a identidade da sua marca. De nada adianta ter uma marca mais sóbria, e na hora de preparar o layout da loja incluir peças muito coloridas. Isso deixará o cliente confuso.

Ainda falando das cores, é preciso ter cuidado para não incluir as cores do concorrente, caso contrário o cliente poderá confundir a sua loja. Por isso, o ideal é manter a paleta de cores da sua marca.

Além disso, também é importante manter os produtos mais populares e procurados à vista, já que deixá-los escondidos na prateleira pode passar a ideia de que sua loja não os tem para a venda. 

Do mesmo modo, é preciso que os produtos estejam acessíveis para que os clientes possam tocar, ver de perto e avaliar os detalhes. Quanto mais interação houver dos clientes com os produtos, maiores as chances de conversão em vendas.

Mudança frequente do layout

Se você achou o layout da loja perfeito é melhor não se apegar, já que você precisa estar pronto para mudá-lo em cerca de um mês. Isso mesmo que você ouviu, o layout da loja vai mudar frequentemente. 

Essas mudanças são importantes por dois motivos. Primeiramente, é bem provável que a demanda passe por algum tipo de alteração e que novidades cheguem aos seus estoques. Segundo, porque manter o mesmo layout por muito tempo fará com que as pessoas que já viram a configuração não se sintam interessadas em entrar novamente.

Assim, quando você muda o layout com frequência, o que acontece é que você desperta um interesse natural das pessoas, principalmente daqueles clientes que já conhecem a sua loja. Com a mudança, os consumidores ficam curiosos para saber qual o motivo da alteração e geralmente entram para conferir se tem algo novo.

O layout de loja é um fator fundamental para o sucesso das vendas, já que é responsável por atrair clientes para a sua loja e também por ajudar na conversão. Ao garantir que o espaço seja útil, atrativo e sempre atualizado, o resultado é que seu negócio vai vender mais com menos esforço.

Fique atento aos espaços para circulação

Outro ponto importantíssimo que deve ser levado em consideração na hora de montar o layout da loja é o espaço disponível para circulação. De nada adianta querer vender uma grande quantidade de itens, se os clientes mal conseguem andar pela loja ou ver os produtos. Por isso, deixe os corredores com larguras razoáveis, permitindo que pelo menos dois clientes consigam andar no corredor sem ficarem se esbarrando. 

O local onde está o caixa também deve ter espaço suficiente para permitir que os clientes esperem em fila, sem atrapalhar a movimentação dos demais consumidores que estão na loja. Lembre-se que a experiência de compras do cliente poderá ser diretamente influenciada por isso. E, uma coisa é certa, nenhum cliente vai querer frequentar lojas em que as pessoas ficam muito próximas umas das outras, principalmente no cenário de pandemia.

Experiência de compras do cliente: muito além do layout da loja

Como você deve ter percebido, falamos bastante sobre a experiência do cliente enquanto de dávamos algumas dicas de como montar o layout da loja. Sim, o layout é importante para proporcionar um bom ambiente de compras para o cliente, mas ele não é o único. 

Existem outras formas de se fazer isso, como, por exemplo, reproduzir músicas na loja. A música tem um poder incrível de transformar ambientes e deixá-los mais calmos, acolhedores, agitados, formais, dentre outros. Outra grande vantagem da música é a capacidade de conversar com o cliente e reforçar a mensagem que a sua marca tem para ser transmitida. 

Ter uma boa iluminação na loja também influencia a experiência de compras dos clientes. Afinal de contas, o cliente não vai comprar se ele não conseguir ver os itens adequadamente. Para deixar o ambiente ainda mais agradável, você poderá fazer a aromatização da loja. Apenas cuidado para não deixar a fragrância muito forte, já que isso poderá incomodar alguns clientes.

A estratégia de marketing sensorial será ideal para encantar os seus clientes. Confira o nosso Guia completo sobre marketing sensorial no varejo.

Tenha a ferramenta completa para entregar experiências e aumentar seus resultados

A Listenplay te ajuda a divulgar suas promoções no momento certo de compra e em tempo real. 

Tenha anúncios instantâneos, locutores profissionais e virtuais, assistente de Inteligência Artificial e diversas playlists criadas por especialistas em música para negócios criando o ambiente perfeito de compra. 

A música certa tem o poder de aumentar o tempo de permanência na loja, a fidelização dos seus clientes e consequentemente potencializar as suas vendas.

Aproveite o nosso período de teste grátis para divulgar todas as suas promoções e impactar os seus clientes no momento certo: quando estão dentro da sua loja, com o produto na prateleira e o cartão no bolso.

Teste grátis agora mesmo a Listenplay e não perca mais vendas por falta de estratégia!

Compartilhe

Você também pode gostar

Inauguração de loja de móveis: 5 dicas de como fazer

Se você está inaugurando uma loja de móveis, sabe que é fundamental criar uma experiência diferenciada para seus clientes. Já que a concorrência nesse ramo pode ser bastante grande, portanto, é preciso encontrar formas de se diferenciar e conquistar os consumidores. Por isso, as ações que serão realizadas na inauguração da loja deve ser muito…

Por Nayara Santos em 02.05.2023

Branding no Varejo: 5 dicas essenciais para ter sucesso

O branding no varejo provavelmente é uma das principais formas de fazer com que a sua marca fique na lembrança do consumidor. É através dele que você consegue deixar uma marca na mente dos clientes, trazendo mais do que imagens visuais, mas também despertando sensações quando eles pensam na sua marca. Apesar disso, nem todo…

Por Nayara Santos em 25.07.2022

Como criar um spot publicitário eficiente? Veja aqui!

Se você é responsável pelas ações de marketing da sua empresa, saiba que desconsiderar o spot publicitário na sua estratégia de comunicação é um erro que pode lhe custar muitos clientes e, consequentemente, muitas vendas. Não apenas porque o spot te ajuda a atrair mais clientes para a sua loja, mas também porque ele pode…

Por Nayara Santos em 21.03.2023

O que é UGC: saiba como usar e confira exemplos!

Já ouviu falar em UGC? Não faz a menor ideia de como ele pode ajudar a sua empresa a se destacar? Ou então tem dúvida se vale a pena mesmo investir nessa estratégia de marketing? Calma que a gente vai te explicar tudo o que você precisa saber. O UCG faz parte do marketing de…

Por Nayara Santos em 13.07.2023

Como vender mais no dia dos namorados?

 Se você chegou até aqui então está em busca de formas para vender mais no Dia dos Namorados. E você está totalmente certo em fazer isso. Afinal de contas, as datas comemorativas são uma grande oportunidade para aumentar as vendas no varejo. Mas, ao mesmo tempo, a concorrência também é grande, por isso, encontrar…

Por Nayara Santos em 14.03.2024

Nome para loja de móveis: 24 exemplos para se inspirar

Se você está abrindo uma loja de móveis, então precisa escolher um bom nome para representar o seu negócio. É com ele que você irá se comunicar com os clientes, dizer o que você vende, quais os pontos fortes da sua empresa e como ela poderá ajudar aos consumidores. Entretanto, esse é um grande desafio…

Por Nayara Santos em 12.06.2023

18 frases para divulgar um produto no Instagram, confira

As redes sociais podem ser um ambiente extremamente competitivo, por isso, é preciso ter cuidado na hora de escolher as frases para divulgar um produto no Instagram. Isso significa encontrar frases que sejam capazes de se comunicar com os clientes, de modo que eles se identifiquem e se sintam atraídos em ir até a sua…

Por Nayara Santos em 16.02.2023

Eficácia e eficiência: entenda as diferenças

Existem vários conceitos usados na administração que são absorvidos na linguagem do dia a dia, mas que quase sempre são usados de forma incorreta. Isso, por sua vez, leva a várias interpretações e conclusões erradas. Dois bons exemplos disso são os conceitos de eficácia e eficiência, duas palavras usadas com bastante frequência, mas que dificilmente…

Por Nayara Santos em 29.10.2019

Decoração de vitrine para o Dia das Mães: veja como fazer

 Como será a decoração de vitrine para o Dia das Mães na sua loja? Vai ter flores ou corações? Quais cores você utilizará? Terão balões? Os produtos irão compor a decoração ou não? Prefere algo minimalista ou com mais detalhes? A iluminação será diferenciada para esta data? Percebeu quantos detalhes devem ser pensados e…

Por Nayara Santos em 13.03.2024

Receba nossos conteúdos exclusivos