Por Nayara Santos em 25.07.2022

Branding no Varejo: 5 dicas essenciais para ter sucesso

Por Nayara Santos em 25.07.2022

O branding no varejo provavelmente é uma das principais formas de fazer com que a sua marca fique na lembrança do consumidor. É através dele que você consegue deixar uma marca na mente dos clientes, trazendo mais do que imagens visuais, mas também despertando sensações quando eles pensam na sua marca.

Apesar disso, nem todo varejista dedica a atenção e o tempo necessários para desenvolver um bom branding. Mesmo porque, fazer isso exige estudo da sua loja, da sua marca e certeza de qual mensagem você quer passar para os clientes.

Pensando em te ajudar nessa busca e a melhorar a imagem que a sua marca deixará nos clientes, criamos esse artigo. Nele você vai entender em detalhes o que é o branding, qual a sua importância e como desenvolvê-lo. Você não vai querer perder essa chance de sair na frente da concorrência, não é mesmo? Então vem com a gente e boa leitura!

O que é o branding no varejo?

Antes de seguir com as dicas que realmente importam, é essencial que você entenda o que é o branding. Ele pode ser definido pelo conjunto de ações que uma empresa realiza com o intuito de mostrar o seu posicionamento, valor da marca e o propósito.

Através do branding no varejo é possível despertar emoções e sensações no cliente e, desta forma, criar conexões com ele, sejam elas conscientes ou inconscientes. Graças a essas emoções, quando o cliente precisa de um produto ou serviço, ele vai escolher a sua marca, e não a concorrência.

De modo geral, o branding é composto por elementos como o nome fantasia da empresa, as cores usadas na decoração, o desenho do logotipo e de toda a identidade visual, a organização da loja, o uso do marketing sensorial, a qualidade do atendimento que a empresa oferece aos clientes, além de muitos outros fatores. Tudo isso ajuda no reconhecimento da marca e na compreensão de seus valores.

Qual é a importância de investir no branding?

Muitas marcas conquistam uma percepção tão favorável junto ao público que acabam criando um valor próprio, independentemente das vendas e das filiais que possuem. Não acredita? Calma que a gente já vai deixar isso mais claro.

Grandes empresas, que são conhecidas pela grande maioria dos consumidores, obtiveram um grande sucesso ao fazer o seu branding, tais como: O Boticário, Coca-cola ou Starbucks. Quando você pensa em qualquer uma delas, não apenas o logo ou as cores da marca vêm à memória, mas também as sensações e emoções que você sente ao consumir os produtos ou visitar as lojas. E isso é branding.

Essas e muitas outras marcas são tão valorizadas no imaginário popular que seu valor vai muito além dos produtos e serviços que possuem. Isso é algo que só se torna possível com o tempo, se a empresa tiver um branding muito bem trabalhado.

Talvez, neste momento, você esteja pensando que o branding é algo apenas para as empresas de grande porte citadas, certo? É aí que você se engana. O branding é algo que pode (e deve) ser aplicado em qualquer ramo do varejo e em estabelecimentos dos mais diferentes portes. 

Afinal, é ele que vai te ajudar a se destacar, se tornar uma preferência dos consumidores e ter mais sucesso. Lembre-se, o público hoje está mais exigente do que nunca e pode escolher entre inúmeras opções de compra, muitas vezes similares. Por isso, se diferenciar se tornou essencial, e o branding é um excelente caminho para conquistar essa vantagem.

Como fazer branding no varejo?

Agora que você já entendeu como o branding é importante, separamos algumas dicas para começar agora mesmo a trabalhá-lo na sua loja! Vamos a elas?

1. Invista no marketing sensorial

O marketing sensorial é uma estratégia que tem o intuito de despertar os sentidos humanos e criar sensações em quem entra na sua loja. Ou seja, pode ser um poderoso aliado do branding.

Os estabelecimentos que aplicam essas técnicas conseguem perceber um impacto significativo nas vendas, para melhor. Muitas empresas usam odores agradáveis em suas lojas para atrair clientes a uma determinada sessão; outras usam o music branding para criar uma ambientação que tenha um efeito positivo no comportamento dos clientes.


O marketing sensorial pode também recorrer ao toque, ao estímulo visual e até ao paladar. São formas excelentes de impactar emocionalmente o consumidor, criando uma atmosfera mais envolvente para melhorar a experiência dele quando estiver em contato com a sua marca.

Inclusive, um dos ramos do branding é o branding sensorial, que nada mais é do que a forma como uma empresa procura construir a imagem de sua marca. Ele engloba um conjunto de técnicas que visam provocar emoções, remeter a conceitos, trazer lembranças ao público, dentre outros. Uma estratégia de branding eficaz ajudará a sua loja não somente a vender mais como também a fidelizar melhor e atrair novos consumidores.

Inclusive, temos um guia completo para você aprender a criar uma estratégia de branding no varejo. Aproveite, o download é gratuito!

2. Tenha foco na experiência do cliente

Estamos vivendo a era da experiência do cliente, ou seja, além de ter um público cada vez mais atento e exigente, os consumidores estão em busca de algo mais. Isso significa que você precisa fazer com que ele se sinta especial enquanto compra na sua loja.

Uma experiência de compra de qualidade pode ser criada de diversas formas. Além do marketing sensorial, que já citamos, é importante proporcionar um atendimento atencioso e bem informado, apresentar uma loja bem organizada e sinalizada — com produtos diferenciados a preços competitivos —, usar técnicas de fidelização, além de muitas outras medidas que podem ser adotadas para cativar o comprador.

Lembre-se que o branding no varejo é sobre experiências e emoções relacionadas à sua marca, portanto, elas devem ser sempre positivas. Assim, se o cliente estiver fazendo compras em um ambiente agradável e for bem atendido, ele terá lembranças positivas. Por outro lado, se a experiência de compras for ruim, ele ficará com uma impressão ruim e pode não querer voltar a se relacionar com a sua marca.

Portanto, todo cuidado é pouco na hora de proporcionar uma boa experiência. E, não se esqueça de que isso deve envolver todas as etapas da jornada de compras, todos os pontos de contato do cliente com a marca e os diferentes canais de compras que a sua loja oferece.

3. Invista no design da sua marca

Muitas empresas, principalmente as menores, não têm um logotipo feito profissionalmente. É comum ver lojas usarem letreiros improvisados, e há casos de empresas que fazem a representação do seu nome fantasia de formas diferentes em cada material que produzem.

Essa falta de padronização é um grande empecilho à estratégia de branding, pois torna difícil o reconhecimento da empresa. Basta lembrar das marcas mais poderosas, e isso se torna bem claro.

Ao ver a imagem de uma maçã mordida ou de uma letra M amarela, é fácil saber quem são as empresas em questão. E isso não é diferente para outras empresas, mesmo que você tenha uma mercearia de bairro. 

Portanto, crie uma marca para o seu negócio que tenha a ver com seus valores e faça uso dela o máximo possível, fixando-a na memória do público. Uniformes, pontos de venda, materiais de divulgação: tudo pode e deve levar a sua marca.

Claro que em muitos casos você pode não ter (ainda) o caixa necessário para criar esse logo. Entretanto, se você quiser fazer com que a sua marca se destaque, é preciso considerar essa como uma prioridade. Assim, os clientes vão ver que, por mais que a sua empresa não seja grande, ela é profissional e se preocupa em levar sempre o melhor para os clientes.

4. Faça pesquisas sobre os seus clientes

Ter um bom conhecimento sobre o público é algo muito valioso na hora de planejar estratégias para a sua empresa. Cuidado com os “achismos” que você possa ter sobre a sua clientela. O melhor mesmo é conversar com os clientes e perguntar o que eles acham da sua marca e qual imagem eles têm do seu estabelecimento.

Para isso, vale a pena investir em pesquisas e estimular os funcionários a ficarem de olho no feedback dos clientes, usando essas informações tanto para entender melhor qual é o seu público-alvo e o que ele espera da sua marca. Isso permitirá que as suas estratégias de branding e de marketing sejam mais certeiras. 

Afinal, elas conseguirão focar em quem realmente importa para a marca, possibilitando suprir suas necessidades, aumentando as vendas e tornando a marca mais sólida, reconhecida e respeitada. Sem falar que, quando o cliente vê uma demanda sua atendida, isso mostra que você está preocupado em melhorar e agradar à quem faz da sua empresa um sucesso.

Sem dúvida alguma, essa é uma das formas de encantar e conquistar os consumidores de uma vez por todas! Quer conhecer outras estratégias para isso? Então confira o nosso Guia Completo: Como ter um cliente fiel e satisfeito no varejo?.

5. Relacione a sua marca a conceitos e valores que os seus clientes apreciem

Quando uma empresa conhece melhor o seu consumidor, fica mais fácil saber como agradá-lo. Saber quais valores os clientes consideram importantes é uma excelente forma de fortalecer a sua marca, e faz parte do branding destacar esses conceitos. Eles podem ser os mais variados, como saúde, meio ambiente, família, tecnologia, entre muitos outros.

Isso tem ficado cada vez mais evidente com as mudanças no comportamento do consumidor observadas nos últimos tempos. Como os consumidores querem se relacionar com marcas que tenham os mesmo valores e posicionamentos que eles, é fundamental deixar claro onde a sua empresa fica diante disso.

Para deixar isso claro, você pode utilizar as redes sociais, email marketing, ou mesmo mensagens no WhatsApp. Não importa qual a forma encontrada para isso, é essencial que você mostre quem a sua empresa é, e o que ela defende. 

Lembre-se, os valores da sua marca devem ser importantes para os seus clientes em potencial e ser condizentes com o comportamento da sua loja. Afinal, de nada adianta dizer que a sua marca defende e apoia uma determinada causa, e agir contrariamente a isso. Os clientes vão perceber e a sua marca pode ser prejudicada.

Branding no varejo, uma estratégia de diferenciação da sua marca

Por mais que a gente já tenha falado isso ao longo deste artigo, é importante deixar claro que o branding é uma estratégia de diferenciação da sua marca. Isso significa que ele vai te ajudar a tornar sua marca e o seu estabelecimento algo único.

Com os clientes em busca de sensações, lojas diferenciadas e ambiente agradáveis para fazer as compras, se você conseguir implementar bem o branding, vai ter clientes fiéis e satisfeitos. Eles não apenas vão voltar para fazer compras, como também indicarão a sua loja para amigos e familiares.

Portanto, investir em branding no varejo é essencial para que a sua empresa cresça de forma contínua e sólida. Agora queremos saber de você: qual a sua opinião sobre este tema? Deixe aqui o seu comentário!

Tenha a ferramenta completa para entregar experiências e aumentar seus resultados

A Listenplay te ajuda a divulgar suas promoções no momento certo de compra e em tempo real. 

Tenha anúncios instantâneos, locutores profissionais e virtuais, assistente de Inteligência Artificial e diversas playlists criadas por especialistas em música para negócios criando o ambiente perfeito de compra. 

A música certa tem o poder de aumentar o tempo de permanência na loja, a fidelização dos seus clientes e consequentemente potencializar as suas vendas.

Aproveite o nosso período de teste grátis para divulgar todas as suas promoções e impactar os seus clientes no momento certo: quando estão dentro da sua loja, com o produto na prateleira e o cartão no bolso.

Teste grátis agora mesmo a Listenplay e não perca mais vendas por falta de estratégia!

Compartilhe

Você também pode gostar

Vitrine virtual: como montá-la para trazer resultados?

Assim como na sua loja física, as vitrines virtuais são utilizadas para atrair os olhares dos compradores e favorecer a decisão de compra. Já não é novidade que a internet se tornou um ambiente valioso para fazer negócios e aumentar a sua rentabilidade. Contudo, esse canal precisa de estratégias específicas e, principalmente, de atualização. Informações…

Por Nayara Santos em 04.05.2020

O que escrever para divulgar um produto: 5 dicas para não errar

Escrever textos é uma das principais formas de divulgar um produto, mesmo assim, nem sempre é fácil saber o que escrever. Seja por falta de experiência com esse tipo de divulgação, seja pelo famoso branco, ou porque você não se considera uma pessoa criativa. Não importa o motivo, o mais importante é saber como contornar…

Por Nayara Santos em 22.02.2022

Como administrar uma rede de lojas? Confira 10 dicas!

Vários impasses permeiam o caminho de quem está atrás de saber como administrar uma rede de lojas. As dúvidas não são poucas e muitas delas acabam sendo comuns para a maioria dos segmentos do varejo. Entretanto, um dos principais problemas para os varejistas acaba sendo como conseguir fazer uma administração inteligente, segura e com possibilidade…

Por Nayara Santos em 15.06.2021

Jornada de Compra — O Que é e Como Pode te Ajudar

Aprenda como funciona a jornada de compra e veja como esse conhecimento pode se tornar uma estratégia para seu negócio.

Por Nayara Santos em 20.02.2019

14 exemplos de textos de promoção de loja, se inspire

Nem sempre é fácil escolher os textos de promoção de loja, por isso, é fundamental conhecer alguns exemplos para conseguir se inspirar. A escolha dos textos é algo que deve ser feito de maneira bastante cuidadosa, afinal, eles podem tanto atrair os clientes certos para o seu estabelecimento, como fazer com que o cliente evite…

Por Nayara Santos em 16.02.2023

Promoção de inauguração de loja: 4 ideias para se inspirar

Promover a inauguração de uma loja é uma etapa crucial para a sua entrada no mercado e pode ser determinante para o seu sucesso futuro. Realizar promoções no evento de inauguração de loja é uma das melhores maneiras de atrair a atenção dos clientes e criar um buzz em torno do lançamento do seu negócio. …

Por Nayara Santos em 02.05.2023

Descubra como definir a cultura organizacional da empresa!

Toda organização possui uma história e a cultura organizacional é, ao mesmo tempo, agente realizador e consequência dela. Esse conceito é muito importante para compreender o contexto de uma empresa e, inclusive, o seu desempenho. Ele é sinônimo de identidade: é como o negócio se identifica e se posiciona no mercado. Uma das dúvidas mais…

Por Nayara Santos em 30.01.2020

Entenda o que é cliente estratégico no varejo e como identificá-lo

Você sabe como identificar o que é cliente estratégico no varejo? Realmente essa não é uma tarefa fácil, pois existem consumidores de diferentes perfis necessidades e que estão em diferentes etapas na jornada de compra. Alguns estão buscando por informações antes de adquirir algum produto. Outros já pesquisaram por soluções e estão dispostos a comprar…

Por Nayara Santos em 17.06.2020

Automação de marketing: confira 7 dicas para fazer na sua empresa

A automação de marketing é um processo fundamental para as empresas que desejam se destacar no mercado. De fato, ao conhecer melhor o seu público com a ajuda de diversas ferramentas, a retenção dentro do serviço oferecido se torna muito maior. O grande diferencial está em usar esses recursos para criar estratégias personalizadas que ajudam…

Por Nayara Santos em 17.01.2020

Receba nossos conteúdos exclusivos