Por Nayara Santos em 04.05.2022

Como organizar uma loja de roupas e evitar erros graves

Por Nayara Santos em 04.05.2022

Se para algumas pessoas, manter um guarda-roupa arrumado é complicado, imagine então como deve ser organizar uma loja de roupas. Com clientes indo e vindo, olhando as araras e experimentando diversas peças, a bagunça pode ser constante. A desordem, porém, pode afastar muitos consumidores e definitivamente não deve acontecer.

Esse é apenas um exemplo de como manter a loja de roupas organizada, mas existem muitos outros detalhes que são importantes e devem ser cuidadosamente planejados. Como a organização irá interferir diretamente na experiência de compras do cliente é que você deve dedicar um tempo da sua rotina para planejar a organização da loja.

Erros de organização podem custar muito mais do que uma venda, mas também na satisfação e fidelização do cliente e até mesmo na produtividade dos seus funcionários. 

Portanto, se você quiser corrigir os erros que vem cometendo e conseguir resultados melhores, você precisa conferir esse artigo. Nele vamos te dar todas as informações necessárias para manter a sua loja sempre organizada. Boa leitura!

Como organizar uma loja de roupas e evitar erros graves

Uma loja de roupas organizada torna o ambiente de compras mais agradável, facilitando que o cliente encontre aquilo que ele procura sem dificuldades. Além disso, também permite que os vendedores atendam melhor os clientes e fiquem até mesmo mais produtivos. Veja como conquistar isso na sua loja.

Crie vitrines com propósitos

Para causar uma boa impressão, as roupas de um comércio precisam estar sempre bem arrumadas. Mas, antes disso, há outra importante orientação de como organizar uma loja de roupas: capriche ao máximo na vitrine.

Ela deve ser montada com a estratégia de vender aquilo que você deseja, sempre considerando os feriados, as datas promocionais e as ofertas do período. Além disso, existem dicas que podem te ajudar a não cometer erros graves, como:

  • Nunca expor na vitrine uma peça esgotada;
  • Dar prioridade às tendências;
  • Marcar as trocas de estações, com uma vitrine para o inverno, outono, primavera e verão;
  • Colocar preço em todas as peças expostas;
  • Evitar excesso de produtos e informações.

Facilite o percurso dos clientes

Essa é outra importante sugestão de como organizar uma loja de roupas. Afinal, deixar objetos obstruindo o caminho dos consumidores é a melhor forma de incentivá-los a desistir da compra, algo que nenhum lojista deseja. Sem mencionar o fato de que um ambiente bagunçado, pelo ponto de vista do consumidor, reflete como deve ser a gestão do empreendimento e o faz correr para a concorrência.

Portanto, dê uma atenção especial ao layout do estabelecimento. Lembre-se que o cliente precisa de espaço tanto para circular quanto para analisar com tranquilidade as peças, e que a visão de uma loja organizada pode influenciar em sua decisão de compra, já que o marketing sensorial tem como uma de suas bases atrair os compradores pela visão.

Ainda, você pode contar com a organização como uma poderosa aliada para aumentar as vendas da sua loja. Por exemplo, deixando os produtos mais procurados no fundo da loja, fazendo com que os clientes que entrem para comprar esses itens tenham que percorrer uma área maior e estarem expostos a um número maior de produtos. 

Quer conhecer outras estratégias para aumentar as suas vendas? Então faça o download do nosso e-book, aproveite que é gratuito!

Outra dica neste sentido é a utilização do chamado cross merchandising, que consiste em expor produtos complementares em locais próximos. Ou seja, cintos próximo das calças, meias perto dos tênis e sapatos, casacos próximo a camisas, e assim por diante. Com essas pequenas mudanças, você poderá incentivar o seu cliente a gastar mais sem parecer algo forçado.

Distraia e divirta o consumidor

Nem sempre é fácil manter o consumidor por um longo período na loja. Mas, se você fizer isso, provavelmente vai conseguir fazer com que ele compre mais do que o inicialmente planejado. Por isso, entretenimento pode ser a palavra-chave para manter os consumidores na sua loja por um tempo maior.

Para conseguir fazer isso, você pode utilizar a modernidade a favor do seu negócio, sem nem sequer deixar o cliente perceber que ele está sendo entretido. E o segredo para isso é escolher a música certa para tocar na sua loja! Isso mesmo, essa poderosa arte tem sido usada como estratégia de marketing sensorial e tem conquistado ótimos resultados, pois consegue:

  • Influenciar o comportamento dos clientes;
  • Aumentar o tempo de permanência deles na loja;
  • Ampliar as vendas;
  • Proporcionar uma experiência de consumo muito mais positiva;
  • Fazer com que o consumidor se lembre da sua marca.

Mas tenha cuidado. É preciso escolher a música certa!

Entretanto, é preciso ter alguns cuidados para fazer com que essa estratégia funcione e você consiga aproveitar todas as vantagens que ela oferece. Estudos mostram que a escolha da trilha sonora errada pode fazer 44% do público sair da loja sem levar nada. Já com a música certa, 35% deles tendem a ficar mais tempo comprando.


Diante disso, se deseja levar essas estatísticas para dentro do seu comércio, a dica é fazer o teste gratuito da ListenPlay. Esse é um serviço de músicas ambientes que pode ser testado em seu estabelecimento por 10 dias grátis.

Como organizar os produtos na loja

Como organizar uma loja de roupas se houver uma quantidade excessiva de produtos sendo exibidos simultaneamente? É preciso, em primeiro lugar, separar os itens por categorias e dar uma prioridade à vitrine, pois se ela perde a relevância, o estabelecimento se torna incapaz de se comunicar com o público em geral.

Por falar na vitrine, é fundamental escolher as peças que serão exibidas com muito cuidado. Além de organizá-las com ordem e clareza de leitura, os itens que a integrarão devem ser aqueles que têm a capacidade de trazer os clientes para dentro da loja.

Lembre-se de que a organização do espaço físico transparece, diante dos olhos do consumidor, muito mais do que simplesmente o layout do estabelecimento. Portanto, evite exibir uma quantidade exagerada de produtos. Como diz a máxima “menos é mais”, dê preferência para um aspecto minimalista, mas que atraia o consumidor pela beleza. As lojas mais conceituais da atualidade sabem expor suas peças com coerência e sem poluição visual.

E, como falamos anteriormente, é importante que você crie uma espécie de roteiro na loja, como se você guiasse o cliente pelos corredores, por onde você quer que ele passe e quais produtos você quer que ele veja. Além disso, se na sua loja você vender roupas masculinas e femininas, é importante ter alguma separação entre elas para que o cliente vá para a seção que lhe interesse.

Outro ponto importante é que os clientes podem acabar desistindo de uma compra, ou trocando uma peça por outra e deixar o produto na seção errada. Por isso, é fundamental que a sua equipe de vendas esteja preparada para conferir as araras diversas vezes ao dia e manter todos os itens nos locais corretos.

Trabalhe a iluminação do local

Existem diferenças pontuais entre uma iluminação baixa (ambiente) e uma loja escura. Um estabelecimento escuro repele clientes à distância, pois transmite uma ideia negativa, além de transparecer que o lugar está vazio e desorganizado.

Há diversas formas de trabalhar a iluminação da loja sem ter que apelar para o mesmo de sempre. Por exemplo, você pode posicionar pontos de luz estrategicamente para ressaltar a beleza de determinados produtos, como os que estão em promoção ou aqueles que têm valor agregado em relação ao restante do inventário.

A iluminação faz parte do marketing sensorial é uma ferramenta bastante versátil para ser utilizada na hora de proporcionar uma experiência de compra agradável ao consumidor. Em conjunto com uma música agradável, temperatura ambiente e um cheiro característico, a luz dá aquele toque especial.

Mude o layout periodicamente

Se tem algo que torna o varejo um segmento especial é o fato de que está sempre proporcionando novidades ao consumidor. Sendo assim, se você quer saber como organizar uma loja de roupas e, ainda, garantir que ela estará sempre movimentada, é importante entender que o público que frequenta esse tipo de estabelecimento não gosta de mesmice.

Sendo assim, crie o hábito de mudar o layout da loja ao menos uma vez por mês, ou sempre que possível. O objetivo é fazer com que as pessoas que passam na frente do ponto de venda tenham a sensação de que há coisas novas na loja, despertando curiosidade e, por consequência, atraindo mais consumidores para o interior.

Lembrando que, independentemente de qual seja o layout adotado, é importante que as configurações não prejudiquem o fluxo de movimentação dentro do estabelecimento, respeitando aquela “regrinha” do percurso que citamos no início do artigo.

Exiba os preços de maneira discreta, mas eficiente

Dependendo de qual for o perfil de seu público-alvo, tome bastante cuidado com a exibição de preços. As chances de você encontrar cartazes grandes e com letras coloridas e chamativas sobre uma peça de roupa em uma loja de grife são praticamente nulas. Nestes casos, o minimalismo se mostra como um conceito fundamental na hora de organizar o estabelecimento.

Da mesma forma que exagerar na hora de exibir os preços é algo que pode prejudicar a imagem da marca, produtos sem preço podem desestimular a pessoa a comprar. Isso é ainda pior se o cliente não gostar de se comunicar com os vendedores para saber quanto custa o item em questão.

Utilize tags personalizadas para precificar as peças, posicionando-as de maneira discreta. Se quiser destacar que há um conjunto de roupas em promoção na loja, faça isso sem exagerar no tamanho e no formato das fontes. Uma boa opção é colocar etiquetas com cores fortes como laranja ou vermelho. Neste caso, o importante é que seja uma cor diferente da que você normalmente utiliza.

Dê uma atenção especial ao provador

Em uma loja de roupas, experimentar as peças antes de levar é uma parte importantíssima da jornada de compras dos clientes e, portanto, precisa ser pensado e organizado assim como todas as áreas da loja. Entretanto, é compreensível que esse seja um desafio bastante grande, afinal, nem sempre depende apenas dos funcionários, mas também dos clientes.

Para ajudar na organização dessa área da sua loja de roupas você pode deixar um funcionário responsável pelo provador. Ele deverá fazer a conferência de quantas peças o cliente está levando para experimentar, dando a ele um cartão, que deverá ser devolvido, junto com as roupas, ao sair do provador. Desta forma, você não terá peças nos provadores e não haverá necessidade de ficar conferindo cada um quando o cliente terminar.

Esse funcionário deverá ser responsável por dobrar as peças ou colocá-las de volta nos cabides. Ainda, o ideal é que você tenha mais uma pessoa que seja responsável por colocar os produtos de volta nas araras e nas prateleiras.

Não deixe as bancadas bagunçadas

Você provavelmente já teve a experiência de entrar em uma loja de roupas e se deparar com uma bancada cheia de produtos e o vendedor simplesmente colocar mais alguns itens na minha quando você pede para ver algo. Essa é, sem dúvida alguma, uma experiência ruim, já que você não consegue ver a peça direito. Sem falar que passa uma impressão de falta de profissionalismo.

Por isso, assim como manter o provador organizado é importante, deixar as bancadas da loja livre de produtos também é importante. Lembre-se que você deve oferecer sempre um ambiente de compras agradável para o cliente e roupas em cima das bancadas não refletem isso. 

O ideal é que você estabeleça um processo de como isso deve ser feito. Pode ser que o vendedor que fez o atendimento tenha que dobrar as roupas, ou então ter um membro na sua equipe de vendas que faça apenas isso. O mais importante é ter regras bem definidas e saber quem tem que fazer o que para não ter problemas entre os membros da equipe e manter a loja sempre organizada.

Organizando o caixa da loja

O caixa da loja é um outro ponto importantíssimo da sua loja. Afinal, é onde o cliente terá o último contato com os funcionários e ele precisa deixar a loja com uma boa impressão. Já que qualquer problema nesta etapa pode desfazer todo o bom atendimento que ele teve antes.

Além disso, esse também pode ser o momento de conseguir vender mais algum item. Por isso, deixe alguns itens de menor valor e menores expostos nesta área. Pode ser um chaveiro da loja, meias, luvas, prendedores de cabelo, carteiras, dentre outros. Assim, enquanto o cliente aguarda para ser atendido, ele pode decidir levar algum desses itens.

E não se esqueça de deixar um espaço para que os clientes aguardem sem que fiquem amontoados ou atrapalhando a circulação dos demais clientes pela loja. Vale a pena dizer que essa área também deve ter uma boa iluminação, tanto para o cliente quanto para o funcionário do caixa consigam enxergar direto o que está sendo feito.

Faça uma distribuição proporcional ao tamanho do estabelecimento

O último item de nossa lista de dicas sobre como organizar uma loja de roupas tem a ver com um problema cometido por muitos varejistas: a relação entre o espaço do ponto de venda e a quantidade de produtos expostos.

Você não precisa ter um galpão de 50 metros quadrados para que a loja seja considerada relevante pelo consumidor. A ideia, no entanto, é saber trabalhar com o espaço que se tem disponível. Se o PDV é pequeno, não encha de peças, atrapalhando o fluxo e poluindo a visão dos clientes.

O mesmo se aplica ao contrário, pois se o espaço físico da loja é muito grande, é preciso completá-lo para não parecer que o local está vazio, já que isso pode causar a impressão de falta de organização e de que o estabelecimento está com produtos em falta. Não tenha dúvida de que esse tipo de coisa faz com que as pessoas não entrem na loja e acabem procurando a concorrência.

Como você pôde contemplar neste conteúdo sobre como organizar uma loja de roupas, é fundamental basear-se, em primeiro lugar, no bom senso. A estética é um fator importante no marketing sensorial, mas é preciso tomar cuidado com exageros e dar prioridade ao minimalismo. 

Um boa organização de loja consiste em ter uma configuração do espaço físico do estabelecimento que facilite o percurso das pessoas, permita que os itens sejam vistos e transmita uma sensação visualmente agradável ao público, use e abuse do visual merchandising.

Tenha a ferramenta completa para entregar experiências e aumentar seus resultados

A Listenplay te ajuda a divulgar suas promoções no momento certo de compra e em tempo real. 

Tenha anúncios instantâneos, locutores profissionais e virtuais, assistente de Inteligência Artificial e diversas playlists criadas por especialistas em música para negócios criando o ambiente perfeito de compra. 

A música certa tem o poder de aumentar o tempo de permanência na loja, a fidelização dos seus clientes e consequentemente potencializar as suas vendas.

Aproveite o nosso período de teste grátis para divulgar todas as suas promoções e impactar os seus clientes no momento certo: quando estão dentro da sua loja, com o produto na prateleira e o cartão no bolso.

Teste grátis agora mesmo a Listenplay e não perca mais vendas por falta de estratégia!

Compartilhe

Você também pode gostar

8 ideias para comemorar o Dia do Cliente: aumente as vendas nessa data

O Dia Nacional do Cliente, celebrado em 15 de setembro, é uma data importantíssima para o setor varejista. Isso porque esse é o momento de agradecer a confiança e preferência do cliente. Afinal de contas, sem isso o seu negócio não seria o mesmo. Por isso, é preciso planejar como você irá comemorar o Dia…

Por Nayara Santos em 13.07.2023

31 textos prontos para vender mais no Dia dos Pais, se inspire!

É papel do gestor do varejo conseguir aproveitar cada oportunidade para vender mais, e o Dia dos Pais é uma delas. E, o primeiro passo para conseguir é encontrar formas atrativas para fazer o cliente ir até a sua loja, como utilizando textos persuasivos e criativos. Assim, com as campanhas e os textos certos, você…

Por Nayara Santos em 06.06.2024

Como fidelizar clientes no salão de beleza? Confira nossas dicas!

Está tendo problemas em fidelizar os clientes no seu salão de beleza? Quer aumentar a lucratividade do seu negócio, mas não sabe como fazer isso? A grana anda curta para investir em campanhas para atrair novos clientes para o seu salão? Bom, se você respondeu sim para qualquer uma dessas perguntas, então você veio ao…

Por Nayara Santos em 11.07.2022

O que influencia o cliente na sua decisão de compra?

A decisão de compra é o processo de tomada de decisão do consumidor que se estende desde o reconhecimento de um problema até a aquisição de um bem ou serviço e sua posterior avaliação. Essa jornada pode durar minutos ou anos dependendo da complexidade do produto e do perfil do cliente de cada empreendimento e,…

Por Nayara Santos em 30.10.2019

Veja 10 dicas de como apresentar novas ideias para o seu chefe!

Se você chegou até aqui é porque deve ter novas ideias, mas não sabe como apresentá-las para o seu chefe, certo? Então calma que a gente vai te ajudar com algumas dicas.  Ter proatividade é uma qualidade bem vista e bastante valorizada dentro do mundo corporativo. Afinal, pensar em ações para solucionar um problema, trazer…

Por Nayara Santos em 13.06.2022

Cashback: saiba o que é, suas vantagens e como implementar!

Políticas de benefícios são algumas das melhores ferramentas para fidelizar clientes e aumentar a movimentação da sua loja. Afinal, se cada compra traz um benefício além do próprio produto, então você tem mais chances de retornar. Um método que se destaca bastante hoje em dia é o cashback, o qual você pode aplicar em seu…

Por Nayara Santos em 05.12.2019

Lembrancinhas para salão de beleza, confira 26 exemplos

Dar lembrancinhas para os clientes do salão de beleza pode ser uma excelente maneira de fidelizar os clientes e deixá-los com uma boa impressão do estabelecimento. Além disso, as lembrancinhas podem ser uma forma de marketing, já que os clientes podem compartilhá-las com amigos e familiares, ajudando a divulgar o salão.  E isso sem falar…

Por Nayara Santos em 16.05.2023

Guia para montar uma estratégia de branding impecável

Ter uma estratégia de branding significa ter mais do que bons produtos. Afinal, você também precisa ser uma marca bem posicionada no mercado que é reconhecida tanto pelos clientes, como pelos concorrentes e fornecedores. Para conseguir fazer isso, é essencial que cada ação seja planejada e executada conforme a necessidade da sua marca e do…

Por Nayara Santos em 12.04.2022

Aprenda a importância dos programas de fidelidade para sua empresa

A sua empresa possui um programa de fidelidade? Os clientes estão satisfeitos com ele? Esse programa tem sido capaz de aumentar as suas vendas e de fidelizar os clientes? Ainda não entende qual é a importância de ter um programa de fidelidade? Neste artigo vamos tirar essas e muitas outras dúvidas sobre esse assunto. Vivemos…

Por Nayara Santos em 11.07.2022

Receba nossos conteúdos exclusivos