Por Nayara Santos em 04.04.2023

O que é ECAD? Tudo o que você precisa saber sobre

Por Nayara Santos em 04.04.2023

Se você está pensando em implementar uma estratégia musical na sua loja, então precisa saber o que é o ECAD e como ele funciona. A sigla significa Escritório Central de Arrecadação e Distribuição, e tem como função facilitar o pagamento e a distribuição dos direitos autorais.

Portanto, o ECAD é o órgão responsável pela arrecadação de direitos autorais de músicas que são reproduzidas em estabelecimentos comerciais, dentre outras modalidades. Ou seja, se você estiver pensando em utilizar a música ambiente na sua loja, precisa saber o que é o ECAD e como é feito o cálculo para pagamento desses direitos.

Neste artigo nós te contamos tudo o que você precisa saber sobre esse assunto para utilizar essa poderosa ferramenta, aumentar as suas vendas e fidelizar os clientes de uma vez por todas. Venha com a gente e confira!

O que é ECAD?

O ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) é uma instituição privada, sem fins lucrativos. Ele é formado por sete associações de música que representam artistas e demais titulares que estejam filiados a eles. Essa associações são:

    • Abramus: Associação Brasileira de Música e Artes
    • Amar: Associação de Músicos, Arranjadores e Regentes
    • Assim: Associação de Intérpretes e Músicos
    • Sbacem: Sociedade Brasileira de Autores, Compositores e Escritores de Música;
    • Sicam: Sociedade Independente de Compositores e Autores Musicais;
    • Socinpro: Sociedade Brasileira de Administração e Proteção de Direitos Intelectuais;
    • UBC: União Brasileira de Compositores.

Eles trabalham arrecadando os direitos autorais de quem reproduz música em ambientes públicos com fins comerciais, como é o caso de lojas do varejo. Além disso, é o ECAD o órgão responsável por distribuir a verba arrecadada aos artistas inscritos na instituição, conforme as músicas reproduzidas.

Vale a pena dizer que o ECAD arrecada direitos não só de rádio, TV e shows: bares, academias, hotéis, consultórios médicos, carros de som, terminais de transporte e até mesmo festas de casamento, aniversários, arraiás e quermesses precisam pagar, ou seja, qualquer estabelecimento comercial que utiliza música deve pagar pelos direitos autorais.

Tenho que pagar ECAD?

Diante do que falamos anteriormente, é natural que uma dúvida surja: será que eu tenho que pagar o ECAD? A resposta é bem sim, se você utiliza música ambiente no seu estabelecimento comercial então precisa, sim, pagá-lo.

E, vale a pena ressaltar, não importa se a música é reproduzida utilizando-se um pendrive, um rádio FM convencional, televisão, CD, streaming de música ou mesmo se tem uma rádio indoor personalizada como o serviço que a Listenx oferece. Em todos esses casos os direitos autorais devem ser pagos e distribuídos para os artistas.

O pagamento é efetuado mensalmente e ele pode variar conforme o tipo de estabelecimento, o uso da música, e o tamanho da área sonorizada. A seguir daremos todos os detalhes de como o cálculo é feito para cada estabelecimento.

Como o valor é calculado?

Bom, agora que você já sabe que precisa pagar o ECAD, chegou o momento de falar como isso pode interferir financeiramente no seu estabelecimento. A primeira coisa que você precisa saber é que o valor depende um pouco da região do país em que a sua loja está localizada.

Outro ponto importante nesse cálculo é a metragem quadrada da área que será sonorizada. Aqui é preciso ficar atento porque estamos falando da área que será sonorizada, e não da metragem quadrada da loja. Portanto, se a música é reproduzida apenas na loja, onde há circulação de pessoas onde toca música, desconsiderando assim estoques, área administrativa, dentre outros. Geralmente, a área sonorizada representa algo em torno de 20 a 30% da sua área total do estabelecimento.

Unidade de Direito autoral

Para conseguir realizar o cálculo do valor a ser pago para o ECAD você precisa saber o que é a UDA, ou unidade de direito autoral. Ela é utilizada quando não é possível mensurar qual é o valor bruto da renda do usuário (neste caso a loja). 


O valor atual da UDA, reajustado em 2022 é de R$ 87,68. Essa valor é atualizado anualmente pelo ECAD e é importante que você o consulte na hora de fazer os cálculos para a sua loja.

Tipo de música

Outro fator que influencia diretamente no valor que você terá de pagar de direito autorais para o ECAD é o tipo de música. Por exemplo, em alguns estabelecimentos, como restaurantes, é comum ter música ao vivo. Enquanto que em lojas do varejo a ambientação sonora é feita com softwares específicos. E essa é uma característica que deve ser levada em consideração na hora de fazer o cálculo.

Grau de utilização

O próximo item a ser considerado é o grau de utilização e ele está diretamente relacionado com o tempo em que a música é veiculada em comparação com o tempo de funcionamento do estabelecimento. Sendo classificado da seguinte forma:

  • Baixo: até 25% do período total de funcionamento.
  • Médio: acima de 25% e até 75% do período total de funcionamento.
  • Alto: acima de 75% do período total de funcionamento.

Ramo de atividade e importância da música para o estabelecimento

Ainda, como a música pode ser mais relevante para determinados ramos de atividade, o cálculo também leva isso em consideração. Por exemplo, estabelecimentos comerciais, emissoras de rádio e plataformas de streaming possuem padrões de cobrança diferenciados. Sem falar que um show depende muito mais de música do que uma loja de conveniência. 

Região em que o estabelecimento está localizado

Como você bem sabe, diferentes regiões do país, dos estados e até mesmo das cidades possuem diferentes realidades sócio-econômicas. Portanto, esse é o último fator que é levado em consideração na hora de fazer o cálculo do valor a ser pago para o ECAD.

Exemplos de precificação

Bom, pelo visto o cálculo do ECAD pode ser bastante complicado, não é mesmo? Sim, ele é. Ainda mais com tantos critérios a serem considerados, é preciso ter certeza do que se aplica ao seu estabelecimento para realizar o cálculo corretamente.

Por isso, preparamos uma tabela com alguns exemplos para você consultar. Assim como o valor da UDA é anualmente atualizado, a tabela a seguir funciona apenas para uma consulta e não representa o valor final a ser pago. Para isso, consulte diretamente o site do ECAD, e as tabelas disponibilizadas pelos órgãos com os valores atualizados.

Grau de utilização
Base de CálculoBaixoMédioAlto
Condomínios, shopping centers, hipermercados, lojas de departamentos, redes de lojas,  supermercados, clínicasPor cada 10m² e por mês0.1 UDA0.11 UDA0.12 UDA
Redes de Restaurantes ou lanchonetes e similaresPor cada 10m² e por mês0.15 UDA0.17 UDA0.19 UDA
Consultórios, clínicas, laboratóriosacima de 480m² e por mês0.41 UDA0.45 UDA0.50 UDA
Academias de ginástica e escolas de dançaPor cada 10m² e por mês0.9 UDA1 UDA1.1 UDA

Calculando a área útil sonorizada

Como você já deve ter percebido, antes de começar a calcular o valor que você pagará para o ECAD, você primeiro precisa saber qual é a área útil sonorizada da sua loja. Esse é um dos itens que mais geram dúvidas e depende do layout do seu estabelecimento.

Em outras palavras, a área útil sonorizada é o espaço do seu estabelecimento onde é possível a circulação de pessoas. Ou seja, é a área total em m² em que as caixas de som estão instaladas. Você deve subtrair o espaço ocupado por móveis, equipamentos, balcões, araras, dentre outros.

Como falamos anteriormente, de modo geral a área útil sonorizada varia entre 20 e 30% da área total da loja. Portanto, confira se a sua loja também está dentro desse intervalo. Claro que se a área for maior isso não é necessariamente um problema. 

Entretanto, o valor a ser pago será maior e isso pode fazer com que você perca um pouco a competitividade em termos de preço. Afinal, se você precisa pagar mais por isso, esse valor será repassado para o consumidor.

Quanto eu tenho que pagar?

Agora você já sabe tudo o que é preciso para podermos calcular o valor do ECAD para a sua loja. Esse cálculo pode ser feito utilizando-se a seguinte fórmula:

⇒ Valor para ECAD = (Área Útil Sonorizada / 10 ) X (UDA X Grau de utilização)

Calma, não precisa se desesperar. A seguir daremos alguns exemplos de como fazer o cálculo corretamente. Vale a pena ressaltar que algumas categorias de negócios com muitas unidades, como redes de lojas, possuem base de cálculo menor, sempre consulte a tabela de fator de ECAD acima, para ter certeza que escolheu o fator correto antes de calcular.

Exemplo para lojas

Supondo que você seja uma loja, com área total de 100 m²  e que sua área sonorizada seja de 20% da sua área total, faremos o cálculo abaixo:

Área Útil Sonorizada = Área Total Sonorizada X 20%

Área Útil Sonorizada = 20 m²

Valor a Pagar = (Área Útil Sonorizada / 10) X (UDA X Grau de utilização)

Valor a Pagar = (20 m² / 10) X (R$ 87,68 X 0,45)

Valor a Pagar = (2) X (R$ 39,46)

Valor a Pagar = R$ 78,92

Exemplo para academias

Supondo que você seja uma academia, com área total de 500 m² e que sua área sonorizada seja de 20% da sua área total, faremos o cálculo abaixo:

Área Útil Sonorizada = 20% da Área Total Sonorizada

Área Útil Sonorizada = 100 m²

Valor a Pagar = (Área Útil Sonorizada / 10) X (UDA X Grau de utilização)

Valor a Pagar = (100 m²/ 10) X (R$ 87,68 X 1)

Valor a Pagar = (10) X (R$ 87,68)

Valor a Pagar = R$ 876,80

Estou pagando o valor correto?

Ter certeza de que está pagando o valor certo para o ECAD é essencial para não ter problemas com os direitos autorais. Entretanto, muita gente se desespera ou porque desconhece o cálculo na hora de simular o valor no site do ECAD ou porque passa informação incorreta ao fiscal.

Vale a pena dizer que o cálculo pode não apenas estar errado para menos, como também para mais. Ou seja, pode acontecer de você estar pagando mais do que deveria. E isso pode prejudicar a saúde financeira do seu negócio.

Dito isso, a nossa recomendação é sempre entender o cálculo, passar a informação correta sobre sua área sonorizada e verificar se o fator realmente corresponde ao seu tipo de negócio. E, claro, se tiver qualquer dúvida, é fundamental que o ECAD seja consultado. Não se esqueça de conferir se todas as informações estão corretas e efetue o pagamento.

Existe algum jeito de ter música e não precisar pagar?

Se você quiser ter músicas conhecidas no seu estabelecimento, a resposta para essa pergunta é “não”. A única situação que isenta o pagamento de ECAD, são a utilização de músicas desconhecidas.

Mas, se por um lado você consegue economizar, por outro você coloca em risco a sua estratégia de melhorar a experiência do cliente. Afinal, se ele não conhece a música, ele pode não se sentir atraído por ela, ou mesmo não gostar.

Portanto, nada se compara com uma trilha sonora que seja realmente efetiva para a sua marca. Ao ter um acervo de músicas que necessitam do pagamento dos direitos, que é muito mais rico e trazem muito mais vínculo emocional por serem músicas conhecidas do seu público-alvo.

Para saber mais sobre como a música pode influenciar o seu cliente e o sucesso da sua marca, confira o nosso e-book Guia Completo de Audio Branding: Saiba como aplicá-lo na sua empresa.

Vale a Pena Pagar?

Bom, responder a essa pergunta é bastante simples, se você tem objetivo de ter um negócio bem sucedido, que fideliza os clientes, não dá para ficar sem música, ainda mais hoje em dia que o consumidor está cada vez mais exigente e a concorrência cada vez mais acirrada.

Desta forma, é extremamente recomendado pagar o ECAD uma vez que a lei diz que para usar a música é necessário pagar os direitos autorais. E, como a música é uma parte importante para o sucesso do seu negócio, então você não pode abrir mão dela.

Como uma loja pode ter o dinheiro pago ao ECAD de volta?

Já que a música é importante para seu negócio e você já paga, ou decidiu pagar o ECAD, é importante saber como ter o máximo de retorno de seu investimento, não é mesmo? Afinal, o pagamento do ECAD deve ser realmente encarado como um investimento de marketing na sua empresa e não uma despesa qualquer.

Estudos comprovam, você pode estar perdendo até 36% das vendas se a música da sua loja estiver errada, enquanto com a música certa você aumenta o tempo de permanência do cliente na loja em até 35% e aumenta as vendas em até 14% além de estimular os clientes a voltarem novamente e indicarem aos amigos.

Um aumento de 14% nas vendas seria ótimo, não é mesmo?

Para isso criamos a ListenPlay, um serviço idealizado por especialistas de Music Branding, Marketing Sensorial e Rádio Indoor, onde você terá a música certa para seu negócio fidelizar clientes e aumentar os resultados.

Além disso, a ListenPlay, possibilita incluir anúncios dos seus produtos, serviços e promoções, alavancando as vendas e aumentando seu lucro.

Não importa se você tem um pequeno negócio ou uma grande rede, ListenPlay foi criado para você.

Como uma academia pode ter o dinheiro pago ao ECAD de volta?

Já que a música é importante para sua academia e você já paga, ou decidiu pagar o ECAD, é importante saber como ter o máximo de retorno de seu investimento, não é mesmo?

Mesmo que inconscientemente, a música exerce forte influência em nossas vidas. Basta começar uma música bem animada para que os primeiros movimentos apareçam, seja batendo o pé ou balançando a cabeça, a partir desse fato nós podemos começar a imaginar o quão poderosa a música é durante o treino.

Confira abaixo alguns pontos onde a música certa pode ajudar no treino dos seus alunos, o que aumentará a retenção, a fidelização e a indicação de seus alunos, aumentando assim, seus resultados e recuperando o dinheiro investido no pagamento do Ecad:

  • A música na academia reduz percepção de tempo e esforço durante o exercício;
  • A música certa no treino estimula movimentos;
  • Músicas para treinar aumenta níveis de Dopamina e estimula mais;
  • A música certa na academia aumenta a retenção de alunos.

Ou seja, essa é a fórmula perfeita para que seu aluno se sinta estimulado durante o treino e não entenda que o seu período na academia é de sofrimento.

A escolha correta da música vai te ajudar a transformar o momento do treino de seus alunos em algo muito mais prazeroso e motivante e isso certamente fará parte, mesmo que no inconsciente, da decisão do aluno de voltar para academia no dia seguinte, sem sequer pensar na preguiça ou nas outras coisas que ele poderia fazer nesse mesmo tempo.

Para isso criamos a RadioAcademia, um serviço idealizado por especialistas, onde você terá a música certa para sua academia fidelizar e reter alunos.

Tenha a playlist ideal para melhorar o ambiente de compra e aumentar seus resultados

A música certa tem o poder de aumentar o tempo de permanência na loja, a fidelização dos seus clientes e consequentemente potencializar as suas vendas.

Com a Listenplay você terá acesso a diversas playlists criadas por especialistas em música para negócios, atualizadas mensalmente e livre de repetições, criando o ambiente perfeito de compra. 

Além disso, te ajuda a divulgar suas promoções no momento certo e em tempo real. Tenha anúncios instantâneos, locutores profissionais e virtuais e assistente de Inteligência Artificial para criar suas campanhas.

Aproveite o nosso período de teste grátis para melhorar a experiência dos seus clientes e divulgar todas as suas promoções no som ambiente do seu negócio, enquanto os clientes estão dentro da sua loja, com o produto na prateleira e o cartão no bolso.

Teste grátis agora mesmo a Listenplay e ofereça o ambiente de compra perfeito para os seus clientes!

Compartilhe

Você também pode gostar

O que é Music Branding? Como usar para sua loja?

Antes de falarmos de Music Branding é preciso entender um pouco mais sobre o Marketing Sensorial, que nada mais é do que táticas de marketing que visam ativar os 5 sentidos do consumidor para despertar emoções e gerar conexão com uma marca. O modo como compramos está mudando, as pessoas estão cada vez mais em busca…

Por Nayara Santos em 27.07.2017

Música ambiente para cafeteria: saiba como escolher certo

Veja as dicas sobre ter uma música ambiente para cafeteria e entenda mais sobre o assunto!

Por Nayara Santos em 02.01.2024

Trilha Sonora: conheça os diferenciais da ListenX

Você sabia que existem empresas que ajudam a montar a trilha sonora para o seu negócio? Que elas oferecem diferentes playlists para cada momento de compra, bem como a possibilidade de ter uma trilha sonora feita exclusivamente para a sua marca? Não? Então chegou o momento de mudar isso e conhecer quem pode te ajudar…

Por Nayara Santos em 24.01.2024

10 erros de music branding que sua marca não deve cometer

A música tem um poder incrível sobre o cérebro e o humor das pessoas. Ela pode relaxar, alegrar, entristecer e até mesmo irritar! Por isso, se você tem ou está pensando em implementar música ambiente na sua loja, é preciso ficar atento. Usá-la no marketing é uma técnica conhecida como music branding. E é um…

Por Nayara Santos em 30.11.2023

Como montar uma rádio indoor? Descubra agora!

Saber como montar uma rádio indoor é importante e necessário se você quiser ter sucesso com essa estratégia. Afinal, não basta ter qualquer música tocando no estabelecimento, a playlist deve ser escolhida de modo intencional, pensando no tipo de ambiente e mensagem que quer passar para o cliente. O problema é que muitos varejistas optam…

Por Nayara Santos em 30.11.2023

Rádio para loja: devo investir na crise?

Em tempos de crise, é natural revistar as metas e planos para o seu negócio para fazer ajustes que possam ajudar o seu negócio a sobreviver a este período. Com a grande incerteza com relação ao futuro é fundamental se planejar tanto para não perder dinheiro, como para continuar obtendo resultados. Neste momento, muitos gestores…

Por Nayara Santos em 31.10.2023

A música errada pode arruinar suas vendas

Você sabia que escolher a música errada para tocar na sua loja pode arruinar as suas vendas? Provavelmente você já deve ter percebido que muitos estabelecimentos, dos mais diversos segmentos do varejo, desde grandes redes internacionais de moda, passando por restaurantes e até pequenas lojas utilizam música ambiente. Entretanto, poucos gestores sabem da importância de…

Por Nayara Santos em 07.07.2023

Música afeta a produtividade no trabalho?

Quem tem o costume de trabalhar ouvindo alguma música pode dizer que ela é capaz de afetar a produtividade no trabalho. Afinal, com ela conseguimos nos concentrar mais em alguma tarefa, estimular a nossa criatividade, reduzir ou aumentar o ritmo no qual fazemos algo. Isso ocorre porque a música tem o poder de ativar uma…

Por Nayara Santos em 16.11.2023

Como escolher a música para loja masculina?

Escolher a música para loja masculina faz parte da estratégia de marketing sensorial que você irá adotar no seu estabelecimento. Afinal, uma boa trilha sonora pode melhorar (e muito) a experiência de compra de seus clientes. Se você não sabia disso, então continue com a gente! A música é uma ferramenta que te ajuda a…

Por Nayara Santos em 31.10.2023

Receba nossos conteúdos exclusivos